Publicidade

Virgin River: A verdade por trás da série que os fãs não sabem

Virgin River é baseado em uma história real? Descubra

Virgin River retornou para mais uma temporada de sucesso na Netflix. Rapidamente, a série de romance original assumiu a liderança das mais assistidas do serviço. Embora já esteja caminhando para a quinta temporada, originalmente a série se inicia com a mudança de Mel para a pequena cidade.

Publicidade

Após lidar com a morte do marido e perda do bebê, Mel deixa tudo para trás em Los Angeles, para atender uma oferta de emprego em Virgin River. Ela acredita que tal mudança será perfeita. Assim, ela pode deixar os traumas de seu passado e começar de novo.

Contudo, a vida na pequena cidade também não é tão calma assim. Dessa maneira, ela percebe que toda a cura que precisa passar, tem que nascer de si mesmo. Nesse interím, ela conhece Jack Sheridan, um ex-militar que agora é dono de um bar.

O romance entre o casal é praticamente imediato, embora não será tão simples sustentá-lo. Por se tratar de uma série que aborda o amor, muitos dos fãs questionam se Virgin River é baseado em algum fato real. Pois bem, revelamos esse mistério. 

Publicidade

A verdade de Virgin River

Antes de mais nada, é importante afirmar que Virgin River não é inspirada em uma história real diretamente. A série é baseada nos romances de Robyn Carr. Apesar da série ser baseada apenas no primeiro livro da série, Carr escreveu 21 desses romances. Todos esses livros posteriores, detalham a vida amorosa de outros moradores da cidade. 

Publicidade

A série da Netflix tem adaptado aos poucos a história de Mel e Jack. Embora a série já tenha quatro temporadas, na linha temporal, ainda não se passou 1 ano na série. Já sobre a história ser verdadeira, a autora afirmou que tenta relatar ao máximo os problemas de pessoas normais.

Assim, vemos uma mulher chamada Melinda Monroe, que elva uma vida feliz em Los Angeles. Apesar de não poder engravidar, ela tem um casamento feliz. A vida é boa para eles, até que seu marido morre em um assalto a uma loja. A dor da perda é suficiente para levar Mel a uma nova vida. Por sua vez, ela acredita que essa vida só terá na cidade.

De acordo com Carr, Via The Cinemaholic, o desejo de mudar de cenário após sofrer perdas é bastante normal. Muitas pessoas mudam de cidade e emprego após alguma tragédia. No entanto, uma vez que Melinda vai para Virgin River, ela se decepciona. 

Publicidade

Certamente, um dos maiores percalços da jovem é a diferença da vida no interior, em comparação com a vida urbana. Eventualmente, ela começa a fazer parte da pequena comunidade. Tal situação é agravada quando alguém deixa um bebê na porta de seu emprego. Mel se vê obrigada a cuidar dele, até quando os serviços sociais chegam. Seu plano de recuar é mudado após seu envolvimento com Jack Sheridan. 

Romance realista

Publicidade

Enquanto a história poderia ter retratado Melinda tendo um primeiro casamento ruim, para mostrar Jack e seu romance como algo mágico, ela escolhe permanecer realista. A mensagem que recebemos é que Melinda é uma vítima das circunstâncias e teria sido tão feliz em sua vida anterior, quanto tem a chance de ser, com Jack.

O vínculo entre Melinda e o bebê também é bastante natural porque, como alguém que não conseguiu engravidar, é óbvio que a mulher forma um apego. Talvez o personagem de Jack pudesse ter sido desenhado um pouco melhor, já que ele aparece como um homem irrepreensível, um macho alfa com um lado suave.

Publicidade

Dito isto, suas interações com Melinda em Virgin River são realistas o suficiente para ignorarmos um pequeno exagero na interpretação de um personagem. Não é apenas a história que tenta permanecer real, mas os personagens também são desenhados com um grau de nuance para que sejam relacionáveis ​​conosco. 

Eles têm suas partes boas e ruins, mas sempre tentam ser legais um com o outro. Quando perguntaram a Carr sobre suas histórias serem usadas como estudos sociológicos de sociedades utópicas, ela ficou genuinamente surpresa. A autora comentou que ela apenas desenhou pessoas que eram legais umas com as outras. 

No entanto, na mesma entrevista, ela continuou dizendo que muitas pessoas acreditavam que Virgin River era um lugar real e se perguntavam como chegar lá. Carr gentilmente nos lembra que o lugar existe apenas em nossas mentes e corações.

Veredito de Virgin River

Publicidade

Virgin River é baseado em uma história real?
Imagem: Divulgação/Netflix

Em conclusão, não há dúvida de que a série é baseado em uma obra de ficção. No entanto, a história é tal que poderia acontecer a qualquer um. Em termos de relacionabilidade e a possibilidade de fazer parte da história, a série pode ser chamada de verdadeira – mesmo que a história não seja real.

Os problemas e as pessoas são reais o suficiente para fazer o cenário e toda a história parecerem verdadeiras para os espectadores.

Publicidade

Então, você já maratonou a 4ª temporada de Virgin River?

Certamente, você também vai gostar:

>Chesapeake Shores: 7 Coisas que queremos ver na 6ª Temporada

Publicidade

Aliás, não deixe de acompanhar o Streamings Brasil, incluindo via Youtube.