Vikings: Valhalla: O que são os verdadeiros pechenegues

Conheça a verdadeira história dos pechenegues em Vikings: Valhalla

- Publicidade -

Vikings: Valhalla apresentou os pechenegues, que se tornaram a maior ameaça que Harald e Leif encontraram em seu caminho para Constantinopla. Contudo, quem eram os pechenegues na vida real? A série, assim como Vikings, tem tomado muitas liberdades criativas.

- Publicidade -

Assim, não tem sido totalmente preciso historicamente e, também leva muitos personagens, lugares e conflitos de registros históricos e lendas, e entre eles estão os pechenegues. Depois de se reunirem pouco depois da destruição de Kattegat, Leif, Harald e Freydis se separaram novamente, com o último viajando para Jomsborg, em Vikings: Valhalla.

Dessa forma, Leif e Harald vão para Nóvgorod para pedir ao tio de Harald, Yaroslav, o Sábio, ajuda para reivindicar o trono da Noruega. No entanto, o plano de Harald não funcionou e ele acabou decidindo viajar para Constantinopla para formar seu próprio exército lá. Contudo, sua jornada não seria fácil.

Além de formar uma tripulação que incluía um escravizador traiçoeiro, eles corriam o risco de se deparar com os pechenegues, conhecidos por seus modos brutais. Os pechenegues eram um grupo real. No entanto, Vikings: Valhalla fez um retrato historicamente preciso deles?

- Publicidade -

A história dos pechenegues de Vikings: Valhalla

Os pechenegues de Vikings: Valhalla eram povos étnicos semi-nômades da Ásia Central. Os pechenegues falavam a agora extinta língua pechenegue e, segundo o historiador Omeljan Pritsak, sua terra natal estava localizada entre o Mar de Aral (um lago endorreico entre o Cazaquistão e o Uzbequistão que agora está quase completamente seco) e o curso médio do Syr Darya. 

- Publicidade -

Publicidade

Eles migravam constantemente e faziam incursões regulares contra seus vizinhos onde quer que se estabelecessem. Por esse motivo não é de surpreender que ganhassem muitos inimigos e travaram muitas batalhas. Os pechenegues aliaram-se aos bizantinos no século IX.

Os bizantinos usaram para afastar outras tribos, às vezes mais perigosas, como foram os Kyivan Russ e os magiares. Nos séculos 9 e 10, o controle dos pechenegues de Vikings: Valhalla havia se expandido por grande parte das estepes do sudeste da Europa e da península da Criméia.

Portanto, durante esse período eles também iniciaram guerras contra Kyivan Rus. Os pechenegues atacaram e sitiaram Kyiv, e alguns deles juntaram-se ao Príncipe de Kyiv, Sviatoslav I, na sua campanha bizantina. Entretanto, acabaram por emboscá-lo e matá-lo.

- Publicidade -

Pecheneg Khan, Kurya, disse ter feito um cálice do crânio de Sviatoslav (Na série, o líder pechenegue que fez prisioneiro Harald tinha vários crânios ao seu redor que ele transformou em cálices e muito mais). Os pechenegues foram posteriormente derrotados durante o reinado de Yaroslav I, o Sábio, e esse foi o início de seu declínio.

Os pechenegues de Vikings: Valhalla foram aniquilados como uma força independente em 1091 na Batalha de Levounion, e foram mencionados pela última vez como membros das tribos turcas em 1168.

Por que a 2ª da série introduziu os pechenegues

- Publicidade -

A jornada de Harald e Leif para Nóvgorod e Constantinopla foi o que abriu caminho para a introdução dos pechenegues na série. Isso porque eles estavam em torno de seus territórios e teria sido difícil para eles não os encontrarem.

Os pechenegues avançaram em direção aos portões de Constantinopla em 1090-1091, o que representava uma séria ameaça ao império de Aleixo I Comneno, então ele apelou para a tribo nômade turca dos cumanos para se juntar a ele contra os pechenegues de Vikings: Valhalla.

Isso abriu caminho para a mencionada Batalha de Levounion, e o ataque aos pechenegues foi tão brutal que o grupo quase foi exterminado e os sobreviventes foram capturados pelos bizantinos e levados para o serviço imperial.

- Publicidade -

Os pechenegues retornarão na 3ª temporada de Vikings: Valhalla?

Vikings: Valhalla: O que são os verdadeiros pechenegues
Imagem: Divulgação/Netflix

Após o assassinato do Khan por Kurya, que se sacrificou não apenas para se vingar de seu irmão Khan, mas também para que Harald e o grupo pudessem escapar. Assim, os pechenegues agora têm um motivo real para ir atrás de Harald, Leif e o resto.

Se Vikings: Valhalla continuar a história dos pechenegues, a 3ª temporada pode estabelecer ou ver uma batalha entre Harald e seu exército (supondo que ele consiga uma agora que está em Constantinopla) e os pechenegues, que vão querer vingar a morte do Khan.

Um grupo tão importante e perigoso quanto os pechenegues abre caminho para mais histórias e conflitos para as futuras temporadas da derivada de Vikings, então espero que a 2ª temporada não seja a última vez que eles aparecerão.

Certamente, você também vai gostar:

> The Walking Dead: Rick e Michonne entram em conflito em derivada

Aliás, não deixe de acompanhar o Streamings Brasil, para não perder nada da Netflix. (Via ScreenRant)