The Last Kingdom poderia continuar sem Uhtred: Veja Como

Como The Last Kingdom poderia continuar sem Uhtred

- Publicidade -

The Last Kingdom chegou ao fim e encerrou sua história após 5 temporadas e um filme. Mas, existe uma maneira perfeita da franquia continuar sem seu protagonista principal, Uhtred de Bebbanburg. A série é baseado nos romances de As crônicas Saxônicas de Bernard Cornwell.

- Publicidade -

Apesar de seu material de origem já ter se esgotado, The Last Kingdom se passa em um período muito rico da história. Logo, oferece muitas oportunidades para que novos derivados surjam. A série se tornou uma das mais populares da Netflix e logo, faz sentido que uma série derivada se materializasse em um futuro próximo.

Uhtred de Bebbanburg foi criado para contar a história da formação da Inglaterra como uma nação unificada. No entanto, a série chegou a esse ponto, o que levou a história de Uhtred a cumprir seu propósito. No entanto, existem muitos momentos históricos críticos, antes e depois da unificação da Inglaterra pelo rei Aethelstan.

Logo, essas podem fornecer um contexto valioso para a série principal. Notavelmente, outras séries semelhantes a The Last Kingdom podem fornecer algumas ideias de como a franquia pode continuar e uma ideia perfeita já existe.

- Publicidade -

Como The Last Kingdom poderia continuar

A oportunidade perfeita de The Last Kingdom para continuar sua franquia sem Uhtred de Bebbanburg vem dos filhos do icônico líder Viking, Ragnar Lothbrok. Os filhos de Ragnar também se tornaram famosos, quase eclipsando a fama de seu pai ao conquistar terras ao redor da Grã-Bretanha e da Europa Ocidental.

- Publicidade -

Publicidade

Mais notavelmente, os irmãos se uniram para criar uma força enorme conhecida como O Grande Exército Pagão após a morte de seu pai. Este exército derrotou com folga a oposição saxônica, assumindo temporariamente o controle do país.

Os filhos de Ragnar eram, segundo todos os relatos, líderes brutais e guerreiros astutos. Com isso, poderiam ser personagens altamente envolventes em um possível spinoff. Eles também desempenharam um papel essencial na história que leva aos eventos da série.

Isso significa que seria uma história fácil de vincular à franquia. Este possível derivado também poderia continuar visitando as principais locações de The Last Kingdom, mantendo uma camada extra de continuidade dentro da franquia.

- Publicidade -

Vikings: Valhalla tem a fórmula perfeita para isso

Outra vantagem que esse potencial spinoff teria é que os Vikings já provaram que essa história pode funcionar. Enquanto Vikings segue principalmente Ragnar nas primeiras temporadas antes de se concentrar em seus filhos, a série carece de credibilidade histórica séria quando chega à história dos filhos de Ragnar.

O spinoff da série poderia fornecer uma visão mais sóbria dessa história, ao mesmo tempo em que explica os eventos através dos olhos dos saxões mais do que dos dinamarqueses/nórdicos. Se esse spinoff se concretizasse, teria a vantagem de ter um interesse preexistente em seus personagens principais.

- Publicidade -

Além disso, o spin-off de The Last Kingdom, também poderia contar a história de um dos filhos de Ragnar que não aparece em Vikings, Halfdan Ragnarsson. Halfdan era o comandante do Grande Exército Pagão e o primeiro Rei Viking da Nortúmbria.

Aproveite para ler: 

Vikings Valhalla: Quando estreia a 3ª temporada?

- Publicidade -

Halfdan também reivindicou o reinado de Dublin, embora tenha morrido pressionando essa reivindicação em 877. A presença de Halfdan serviria como uma maneira útil de distinguir esse possível spinoff dos vikings . Deve-se notar, no entanto, que alguns historiadores especularam que Halfdan e Hvitserk eram a mesma pessoa, e Hvitserk aparece em Vikings.

Os filhos de Ragnar podem explicar como The Last Kingdom surgiu

Existe uma razão principal pelo qual esse derivado continuaria a franquia. Ele poderia ser usado para explicar como a Inglaterra chegou ao ponto da história em que a série original começa. A série se chama The Last Kingdom porque começa quando Wessex era o último reino sob controle saxão.

Como The Last Kingdom poderia continuar sem Uhtred
Imagem: Divulgação/Netflix

Naquela época da história, o restante dos reinos ingleses havia sido conquistado por dinamarqueses ou nórdicos, um processo que começou a sério com Ragnar e seus filhos. O Grande Exército Pagão, liderado por Halfdan e Ivar, o Desossado, ganhou o controle viking da Nortúmbria, Mércia e Ânglia Oriental.

Não foi até que Alfredo, o Grande, derrotou os vikings na Batalha de Edington. Aliás, vimos isso na série. Essa sequência de eventos pode levar direto ao início de The Last Kingdom, fornecendo um contexto histórico essencial ao longo do caminho.

Esse spinoff pode até incluir os anos mais jovens da vida de Alfredo, o Grande, que é um dos personagens mais populares da série.

Então, o que você acha da ideia de uma série derivada sem Uhtred?

Certamente, você também vai gostar:

Netflix adia 6 filmes para 2024 e frustra fãs: Veja a lista