Publicidade

Netflix resolveu o problema mais idiota do Superman na DC

The Guardians Of Justice resolve falha do Superman da DC

The Guardians Of Justice, da Netflix, apresenta uma sátira ao gênero de super-heróis. Além disso, destaca o problema bobo que o Superman da DC: o de sempre parecer estar a favor dos EUA. Então, a Netflix resolve a falha do Superman da DC.

Publicidade

The Guardias of Justice ironiza o gênero de super-heróis. Com isso, ela aponta uma falha boba do Superman da DC: sempre parecer estar do lado dos Estados Unidos. A saber, The Guardias of Justice foi lançada na plataforma no primeiro dia do mês de Março. Ela é uma imitação de super-heróis conhecidos, como Marvelous Man e o Superman.

Estes dois heróis advêm de outros planetas e possuem muitos poderes. Mas têm muito em comum, suas semelhanças ultrapassam seus poderes e origens, o que fica evidente já na abertura da 1ª temporada de The Guardias of Justice.

Ocorre que, sem explicação alguma, o Homem Maravilhoso chega a Terra e põe fim à Terceira Guerra Mundial em apenas um dia, salvando, assim, a raça humana. Mas ele faz isso sem ser tendencioso para nenhum dos lados. (Via ScreenRant).

Publicidade

Marvelous Man prefere os Estados Unidos

Contudo, posteriormente, o Marvelous Man impede que JFK seja assassinado, porém, ele não é capaz de salvar o primeiro-ministro da União Soviética. Por isso, o jornal publicou uma manchete acusando o Homem Maravilhoso de preferir os Estados Unidos.

Publicidade

No entanto, não foi somente o Homem maravilhoso quem recebeu críticas, pois o Superman não ficou ileso. Também o acusaram de ter dado preferência aos Estados Unidos. Pois, apesar de ele possuir a missão de proteger todo o mundo, por muito tempo adotou como lema: “Verdade, justiça e jeito americano”.

Mas você concorda que se esses dois super-heróis estivessem apoiando um único país, isso colocaria todos os outros lugares em risco? E aqui falamos de diversos mundos. Então, o Marvelous Man e o Superman possui apenas uma fraqueza de verdade: caltronita, para o primeiro, e kryptonita, para o segundo.

The Guardias of Justice resolve falha do Superman da DC

Publicidade

Mas, devido a esse pensamento, os super-heróis decidem buscar provar às pessoas que a missão de ambos é proteger todo o mundo, não somente os Estados Unidos. Portanto, o Homem Maravilhoso toma a decisão de ficar fora da política em The Guardias of Justice, já o Superman renuncia à sua cidadania americana em “The Incident”.

Porém, os questionamentos não param. Superman recebeu críticas na vida real por causa de seu antigo lema – “Verdade, justiça e o jeito americano” -, que infere que o super-herói tem os Estados Unidos como seu lugar preferido. No entanto, seu lema anterior tratava apenas da verdade e justiça, recebendo o acréscimo no período da 2ª Guerra Mundial.

Publicidade

Esse bordão permaneceu por muito tempo com o Superman, mas o público começou a questionar o que seria esse “jeito americano”. E outros acreditavam que essa frase ia de encontro ao que o Superman prometia: a proteção de toda a Terra. Sendo assim, a DC Comics alterou o bordão do herói para: “Verdade Justiça e um amanhã melhor”.

O maior problema de Superman
Imagem: Divulgação/DC

Publicidade

A história contada em Marvelous Man mostra como o público pode mudar sua visão acerca de um super-herói. Pois, durante a Segunda Guerra Mundial o Homem Maravilhoso foi aclamado como um salvador, porém, mais tarde questionaram sua figura de tal forma, que empresas criaram armas de caltronita como precaução.

The Guardians of Justice ironiza as histórias de super-heróis e aborda de forma direta o principal problema enfrentado pelo Superman, além disso, faz com que Marvelous Man confronte e refute acusações sobre ter os Estados Unidos como seu favorito ao invés de todo o mundo.

The Guardians of Justice está disponível na Netflix.

Certamente, você também vai gostar:

Publicidade

>Stranger Things 4: Criadores confirmam furo de roteiro sobre Will Byers

Aliás, não deixe de acompanhar o Streamings Brasil, incluindo via Youtube.