Suits: A história real que originou a série

Conheça a história real por trás da série Suits

- Publicidade -

Entre 2011 e 2019, Suits cativou uma vasta audiência ao apresentar uma narrativa cativante dos casos jurídicos enfrentados pelos carismáticos advogados Mike Ross e Harvey Specter. Com nove temporadas e 134 episódios, a série se estabeleceu como um fenômeno, habilmente retratando a rotina de um escritório de advocacia, seus clientes poderosos e desafios legais complexos.

- Publicidade -

Quatro anos após o término da série, Suits continua a manter sua relevância e está passando por um notável ressurgimento de popularidade. Isso se deve em parte à inclusão da série no catálogo da Netflix, onde tem ocupado consistentemente as posições de destaque nas listas de dramas disponíveis na plataforma de streaming.

Com a chegada constante de novos fãs, muitos deles ávidos consumidores de “legal dramas” (dramas jurídicos), os executivos da USA Network, emissora original da série, e da própria Netflix estão explorando a possibilidade de criar uma série derivada de Suits.

A intrigante história de Mike Ross, um universitário com uma memória fotográfica que entra em um prestigioso escritório de advocacia, conquistou os corações dos fãs. No entanto, a maioria dos espectadores acredita que a premissa principal da série é, na melhor das hipóteses, uma exagero cativante e, na pior, uma comédia hilária. Mas e se revelássemos que essa premissa tem raízes na realidade?

- Publicidade -

O pano de fundo para a construção de Suits

Muitas vezes, a verdade por trás da criação de uma série de sucesso é tão fascinante quanto a própria trama. Em uma revelação surpreendente, Aaron Korsh, o criador e showrunner de Suits, compartilhou o pano de fundo pessoal que o inspirou a dar vida à história do carismático Mike Ross e seu notável talento de memória fotográfica.

- Publicidade -

Publicidade

Ao contrário do personagem Mike Ross, cuja memória fotográfica parece quase inatingível, Aaron Korsh, na verdade, usou sua própria experiência como ponto de partida para a série. Surpreendentemente, o showrunner traçou paralelos entre sua vida pessoal e a de Ross e aproveitou essas semelhanças para vender Suits ao USA Network.

No entanto, a reviravolta na história reside no fato de que Aaron Korsh nunca imaginou Suits como um drama jurídico em sua concepção inicial. Em vez disso, ele planejou a série como um drama financeiro, refletindo sua carreira anterior em Wall Street antes de fazer a transição para a escrita. Com sua experiência no mundo das finanças e uma memória excepcional, Korsh se transformou essencialmente em Mike Ross, deixando para trás o setor financeiro em favor da advocacia, o que resultou em um grande sucesso televisivo.

De Wall Street para Nova York

- Publicidade -

Aaron compartilhou sua conexão pessoal com a história, dizendo. “Eu trabalhei em Wall Street como um banqueiro de investimentos, que é a base, aliás, de Suits. Originalmente foi escrito que eles eram banqueiros de investimentos em Wall Street. Eu trabalhei para um cara chamado Harvey. Eu tinha uma boa memória e tinha uma relação com a maconha. Muito da base para a série vem daí.”

Além de usar sua própria experiência como inspiração, Korsh também incorporou o nome de seu ex-chefe, Harvey. A ideia? Dar vida ao personagem de Harvey Specter, chefe de Mike Ross na série.

Assim, a revelação da inspiração pessoal por trás de Suits oferece uma perspectiva fascinante sobre como a vida e as experiências do criador da série influenciaram a trama e a dinâmica dos personagens. A série, que muitas vezes parecia estar distante da realidade, na verdade, tem raízes muito mais profundas na vida de seu criador do que se poderia imaginar.

- Publicidade -

Conheça a história real por trás da série Suits
Imagem: Divulgação / Netflix

Origem revelada de Suits

Durante muitos anos, a verdadeira origem por trás da série Suits permaneceu camuflada, longe dos olhos dos fãs dedicados. A transição de uma narrativa focada em finanças para um drama jurídico astuto revelou-se uma jogada magistral, que cativou públicos em todo o mundo.

- Publicidade -

No entanto, a descoberta de que elementos cruciais da trama de Mike e Harvey têm raízes na realidade acrescenta uma nova dimensão de apreciação. Tanto para os devotos seguidores da série quanto para os recém-chegados.

Por fim, Suits transcende a categoria de mero conto fictício sobre triunfos e desafios. É uma janela intrigante que oferece vislumbres das experiências pessoais, embora de forma dramatizada, de seu criador. Através de cada diálogo perspicaz, olhar penetrante e intricado caso jurídico, ressoa a autenticidade da vida de um jovem talentoso em Wall Street. Este, por sua vez, que navegou pelo turbilhão de ambição, poder e pela incessante busca pelo sucesso.

Ademais, este não é apenas um drama televisivo icônico – é também um testemunho vivo da jornada real. E, por vezes, inusitada, de Aaron Korsh, que deixou para trás uma carreira em Wall Street para conquistar o estrelato na televisão.

O legado da série transcende suas narrativas fictícias, lembrando os fãs de que, por vezes, as histórias mais envolventes são aquelas enraizadas nas vidas de seus próprios criadores!

Certamente, você também vai gostar:

>Cobra Kai: 10 coisas que não fazem sentido na série