Publicidade

Respire: A verdade por trás da série da Netflix que os fãs não sabem

Respire é baseada em uma história real? Descubra

Respire é o mais novo sucesso da Netflix. Criada por Martin Gero (Blindspot), a série estreou no catálogo na última semana e já está entre as produções mais assistidas da plataforma. Seu enredo gira em torno de Liv, uma advogada que fica presa no deserto canadense, enquanto tenta chegar a uma reunição importante.

Publicidade

Dessa forma, Respire mostra que a jovem está presa em um local totalmente estranho, e precisa confiar em seus instintos de sobrevivência para se manter viva. Um dos seus pontos positivos é justamente a forma emocionante com a qual a história é contada. 

Ao longo dos episódios, podemos ver seu próprio reflexo nas ações de Liv enquanto ela tenta se salvar usando seus próprios métodos. Sem nenhum tipo de experiência, o processo de pensamento de Liv e sua reação ao sucesso e ao fracasso parecem muito relacionáveis. 

Por se passar em situações extremas, muitos dos fãs de Respire tem questionado se a série é inspirada em uma história real. Pois bem, aqui está o que sabemos. 

Publicidade

Respire é baseada em uma história real?

Indo direto ao ponto, não. Respire não é baseada em nenhuma história real. Toda a criação e concepção da ideia surgiu das mentes de Martin Gero e Brendan Gall. A dupla canadense já trabalhou junto em outras produções. No entanto, para a produção da Netflix, tal dupla optou por contar uma história americana, filmada no Canadá. 

Publicidade

A opção por usar seu local de nascimento é justamente para oferecer ao público, uma sensação mais autêntica do ambiente. Aliás, isso é algo que a natureza canadense consegue dar. Falando ao City News, Gero afirmou:

“Nós realmente queríamos, como canadenses, trazer o mundo para o Canadá como Canadá. E não substituir por outra coisa. Começamos a ter essa ideia de tentar descobrir como levar todo o mundo ao deserto canadense de uma maneira que também poderia ser emocionante”.

Ademais, o autor disse que, o uso da natureza na história era algo crucial. Foi através deste pensamento, de explorar a natureza humana, que os autores conseguiram se aprofundar na psique de uma pessoa presa sozinha nela. O autor de Respire confirmou:

Publicidade

“Parece que há um instinto de sobrevivência que foi ativado em todos nós. Acho que assistir a versão mais extrema disso na tela pode ser profundamente, profundamente catártico”.

Protagonista sem experiência

Publicidade

Gero e Gall criaram uma protagonista para Respire, que é apenas uma pessoa comum. Ou seja, Liv não tem qualquer experiência no deserto. Essa estratégia faz com que a história se torne ainda mais relacionável para o público. Os criadores afirmaram que queriam que os instintos de sobrevivência de Liv parecessem muito naturais. 

Melissa Barrera, que protagoniza a produção, fez isso de forma magistral, incluindo sua própria inexperiência com a situação. Dessa maneira, os instintos de sobrevivência de Liv, parecem ainda mais naturais. Ao EW, Barrera explicou, como se sentiu no processo de construção de um abrigo e busca de comida. 

Publicidade

“Eu sentia seu próprio caminho. la [Liv] resolve problemas, mas não sabe muito sobre sobreviver na natureza. Esses momentos são super reais porque me permitem experimentar e fazer o que eu senti que o personagem faria naquele momento”.

História real de Respire

Enquanto Respire é uma história sobre sobrevivência no deserto, Liv também precisa lidar com os desafios pessoais e emocionais para sobreviver. Gero afirmou:

“Ela é incrivelmente competente como advogada. Ela é incrivelmente confiante como humana na cidade de Nova York. Mas ela está em uma espécie de missão de tempo integral para se manter longe de si mesma.”.

Publicidade

O criador complementou:

“Além de ter que sobreviver, obter o suficiente para comer, não morrer dos elementos, ela também é forçada a sentar-se lá fora e ficar em silêncio. Ela não tem onde se esconder. Ela é forçada a reconciliar seu passado para seguir em frente nessa paisagem e em seu futuro, esperançosamente.”.

Respire tem história real por trás da série? Descubra
Imagem: Divulgação/Netflix

Publicidade

No entanto, grande parte da jornada de Liv consiste em confrontar seus demônios interiores. Afinal, é isso que decide como ela reagirá em determinado momento. Ela está presa na armadilha de querer desistir e se esforçar para continuar. Principalmente, após todas as perdas que ela enfrentou. 

Para Barrera, o papel em Respire foi a oportunidade de explorar o estado de espírito fraturado de Liv. A atriz complementou:

“Adoro ver mulheres fortes retratadas na tela e no epicentro da história, mas também amo que ela esteja tão quebrada. É mais uma jornada emocional buscar respostas para muitos de seus traumas de infância, então o fato de ela estar presa no meio da floresta sozinha e como ela sobrevive é uma bela metáfora para o que está acontecendo dentro dela.”

Publicidade

Por mais que, saibamos que a série não é baseada em uma história real, faz uma excelente trabalho ao explorar como seria para uma pessoa normal em uma situação extremamente difícil.

Então, você já assistiu a primeira temporada de Respire?

Certamente, você também vai gostar:

Virgin River: Quem é o pai dos gêmeos de Charmaine?

Aliás, não deixe de acompanhar o Streamings Brasil, também via Youtube.