- Publicidade -

Quem Matou Sara: A verdade por trás da série da Netflix

Quem Matou Sara foi inspirada em alguma história real? Descubra

- Publicidade -

Quem Matou Sara é um clássico mistério de assassinato com o estilo de assinatura da Netflix. A série mexicana acompanha Alex em sua busca por vingança da poderosa família Lazcano pela morte de sua irmã. E não é só por isso. Alex foi condenado por injustamente pelo assassinato e cumpriu pena de 18 anos de prisão. 

publicidade

Nesse ínterim, Quem matou Sara mostra Alex lançando um ataque à família. Contudo, apenas para perceber que sua suspeita estava errada. Afinal, ele não sabe exatamente qual membro da família é o responsável pela morte de sua irmã.

A dúvida que fica no ar é, temos um mistério de assassinato fictício ou um conto trágico da vida real de alguém injustiçado. Pois bem, se você já se questionou se algum ponto da série é inspirado em uma história real, aqui está o que sabemos. 

- Publicidade -

- Publicidade -

Quem matou Sara é baseado em uma história real?

Caso não saiba, Quem Matou Sara não é baseada em uma história real. Originalmente chamada ‘Quién Mató a Sara?’, a série foi criada pelo famoso escritor Chileno Jose Ignacio Valenzuela. Por sua vez, o autor tem uma carreira de mais de 30 anos escrevendo roteiros para filmes e programas de TV, além de livros para crianças e adultos.

Vindo de uma família de autores e tendo vivido no Chile, México, Porto Rico, Europa e Estados Unidos, Valenzuela escreveu mais de 20 novelas, incluindo a premiada ‘Santa Diabla’. No entanto, Valenzuela é franco sobre seu hábito de incluir em seu trabalho experiências de sua própria vida.

- Publicidade -

A sua obra literária mais famosa, ‘El Filo de tu piel’, está sendo adaptada pela Sony. Ao falar sobre a obra, o criador relembrou quando começou sua carreira de escritor em 2022 e disse. 

“Fui à minha tia Ana María Güiraldes e ela me disse ‘empreste ao personagem principal seu passado e suas condições, e não vai sair do controle porque você está escrevendo sobre alguém que você conhece”.

Na nova série do criador de Quem Matou Sara, acompanhamos um dramaturgo gay que, depois de sair do armário, se muda para Nova York. Por lá, começa uma nova vida tórrida com um homem que conhece. Neste projeto, as semelhanças com Valenzuela são enormes. 

Aproveite para ler:

- Patrocinado -

>Quem Matou Sara, 4ª Temporada: Por que a série foi Cancelada?

Mas, na série da Netflix, o personagem Chema foi totalmente inspirado no autor. Na série, José e seu parceiro, um casal gay. Além de sofrer com o pai homofóbico, precisam lidar com a dificuldade de encontrar uma mãe de aluguel. Afinal, o sonho deles é ter um filho.

A vida real de Valenzuela

Na vida real, o autor também está em um casamento homoafetivo. Além disso, tem uma filha adotiva. Ele é um dos grandes defensores LGBTQIA+ e muitas vezes falou sobre a desigualdade sofrida devido à sua orientação sexual. Por sua vez, José mostra na série uma indignação muito semelhante à mente fechada de seus pais. 

Outra semelhança vista em Quem Matou Sara, e que veio da vida real de Valenzuela é César. Em todo o tempo vemos o patriarca da família Lazcano com atitudes militaristas. O autor viveu grande parte de sua juventude no Chile, onde o ditador do pais, Pinochet, governou o país com mãos de ferro. 

- Publicidade -

A própria trama da série se inspira na infância do criador. Valenzuela é conhecido por seus dramas familiares e tramas de mistério. Em entrevista ao jornal The Impartial, o escritor disse que era um grande fã de Agatha Christie e Sir Arthur Conan Doyle. 

Curiosamente, o enredo da série da Netflix é um clássico whodunnit. Certamente, esse estilo o autor herdou de ler as obras de Christie. Em grande maioria dos romances da autora, ocorre um assassinato, seguido de uma lista de possíveis suspeitos.

Dessa maneira, assim como em Quem matou Sara, uma família ou até grupo de estranhos se tornam suspeitos. Muitas das vezes, a pessoa menos suspeita é o culpado. Apesar de começar como uma história de vingança, a série da Netflix rapidamente se torna um mistério de assassinato com o protagonista Alex.

Assim, o público tenta descobrir quem cometeu o assassinato. Uma pista não tão sutil quanto à inspiração para a história é também o início do primeiro episódio, que começa com uma citação de Agatha Christie.

Quem Matou Sara: O veredito

Quem Matou Sara é inspirada em história real?
Imagem: Divulgação/Netflix

Portanto, Quem Matou Sara é uma obra de ficção derivada de experiências reais da vida do criador e inspirada nos livros que lia quando criança. Valenzuela, que é o primeiro escritor chileno a escrever para a Netflix, é ajudado por Rosario Valenzuela e Jean Pierre Fica no processo de escrita. Contudo, recebe o crédito exclusivo como criador do programa.

Então, você é fã de Quem Matou Sara

Certamente, você também pode gostar:

>Halo 2 ª temporada no Paramount+: Tudo o que sabemos até o momento

Aliás, não deixe de acompanhar o Streamings Brasil, incluindo no Youtube.

Comentários estão fechados.