Pousando no Amor: O desertor norte-coreano que originou a série

Desertor Norte-coreano ajudou a originar Pousando no Amor

- Publicidade -

Pousando no Amor é uma história implausível em que uma herdeira sul-coreana, acidentalmente cai de parapente na Coreia do Norte. O resultado é uma queda em cima de um soldado e uma paixão repentina por ele. Com um romance inesperado, a série rapidamente se transformou em um sucesso coreano.

- Publicidade -

De certa forma, Pousando no Amor é, em muitos aspectos, um dorama romântico, mas, tem sido elogiado por seu retrato fiel a Coreia do Norte. Claro que, colher material em terras norte-coreanas é algo extremamente difícil. Para isso, a produção contou com um desertor do país na vida real em sua equipe de roteiristas. 

Kwak Moon-wan tem uma aparência de um guarda-costas, e serviu ao comando da Guarda suprema até 2004. Por sua vez, essa é a força de segurança de elite que protege a família do ditador Kim, em seu país de origem. Ele era tão confiável, que foi designado para trabalhar no exterior.

O consultor de Pousando no amor, foi enviado para Moscou, onde representaria uma empresa comercial norte-coreana. Seu trabalho era trazer moeda estrangeira para o país. Como somente alguns poucos norte-coreanos tem permissão para trabalhar fora do país, Kwak teve que deixar sua esposa e filho para trás na Coreia do Norte.

- Publicidade -

A história do consultor de Pousando no Amor

Em 2004, ele recebeu a ordem de retornar a Pyongyang, mas, durante uma escala em Pequim, ele descobriu algo perigoso. Kwak havia confidenciado algo pessoal sobre uma descoberta a um de seus amigos e por sua vez, este relatou a seus chefes em Pyongyang. Ou seja, o consultor de Pousando no Amor poderia sofrer problemas. 

- Publicidade -

Publicidade

Ao saber que teria grandes problemas quando chegasse em casa, ele decidiu mudar a rota. De acordo com o consultor, por ter trabalhado muito tempo com a família Kim, ele viu várias cenas impróprias do governos e as confidenciou a uma pessoa. Logo, essa pessoa relatou aos seus superiores.

A opção de Kwak foi desertar sozinho e migrar para a Coreia do Sul, sem sua família, desde então. Depois de chegar à Coreia do Sul, Kwak, como milhares de desertores norte-coreanos, iniciou o processo de construção de uma nova vida. 

Dessa forma, foi necessária uma reviravolta notável do destino para Kwak encontrar seu caminho para o mundo em expansão do entretenimento coreano. À BBC, Kwak afirmou:

- Publicidade -

“Eu só tenho uma sombra quando o sol nasce. Essa é a minha vida na Coreia do Sul.”

De desertor a consultor de cinema

Certamente, Pousando no Amor não é a primeira – e nem será a última – produção na Kwak foi consultor. Antes de entrar no exército, Kwak passou um tempo aprendendo sobre cinema. Na década de 80, a indústria cinematográfica norte-coreana estava em crescimento. Principalmente, pelo amor pela arte do então líder Kim Jong Il.

- Publicidade -

Pousando no amor teve consultor
Imagem: Divulgação/Netflix

Naquela época, Kwak estava prestes a continuar seus estudos e acabou sendo aceito para estudar direção de cinema na Universidade de Artes Dramáticas e Cinematográficas de Pyongyang. Pouco depois de Kwak chegar à Coreia do Sul, um famoso cineasta que estava trabalhando em um projeto de filme com tema da Coreia do Norte abordou a agência de espionagem da Coreia do Sul pedindo alguns conselhos.

Kwak acabara de terminar os interrogatórios, parte do processo de reassentamento pelos quais passam os novos desertores, nos quais falara sobre suas habilidades cinematográficas. A agência o colocou em contato com o cineasta, que lhe ofereceu um emprego em sua produtora. Kwak aceitou na hora.

- Publicidade -

Ele passou a trabalhar como consultor e roteirista em vários filmes e dramas. Já em 2018, um ex-colega apresentou Kwak a Park Ji-eun, a roteirista principal de Pousando no Amor. Ela teve a ideia de uma comédia romântica com um oficial norte-coreano e uma herdeira sul-coreana,.

Contudo, sua falta de conhecimento íntimo da vida do norte era uma preocupação premente. Kwak se juntou à equipe e deu início ao projeto.

Certamente, você também vai gostar:

The Last Kingdom já tem continuação: Conheça O rei do Inverno

Aliás, não deixe de acompanhar o Streamings Brasil, para não perder nada da série.