O que aconteceu com Grace e Elaine: Entenda o final de Por trás da Inocência, da Netflix

- Publicidade -

Desejos e emoções têm uma tendência a levar a melhor sobre uma pessoa em um momento de tentação duvidosa. As linhas tênues entre realidade, imaginação, visuais e pesadelos podem resultar em alucinações inquietantes. Se você estiver pisando fundo em sua imaginação, há uma grande probabilidade de ter um pensamento positivo, o que apaga um senso de realidade. Pois Bem, ‘Por trás da Inocência’ é um thriller psicológico  que atravessa essas linhas e cria uma narrativa cheia de elementos adultos. 

Do que se trata Por trás da Inocência ?

- Publicidade -

Mary é uma autora que retorna à sua profissão após um hiato. Evidentemente, o bloqueio de um escritor a afeta, e ela decide contratar uma babá para seus gêmeos – ela quer se concentrar totalmente em seu livro. No entanto, sua vida é perigosamente equilibrada entre realidade e ficção, com a situação acentuada pela babá, Grace.

Maria navega por seus desejos refletindo-os sobre Grace. Por outro lado, Grace não é quem parece ser. Ela tem um passado sombrio que interfere em seu presente. Com personagens ambíguos, o filme inventa um conto delicioso que parece uma homenagem a thrillers clássicos. Vamos mergulhar nos detalhes.

O final de Por trás da Inocência

- Publicidade -

Até o final de Por trás da Inocência, vemos que Mary recebe a informação de que Grace não está alistada na empresa, ela se aventura a conduzir sua própria investigação. Mary visita a tia de Grace, que reluta em deixá-la entrar. A mulher mais velha tem uma maneira estranha de falar – ela usa duas vozes disjuntivas para criar personagens diferentes em sua cabeça.

Ela diz que Grace foi torturada e mantida confinada junto com seus irmãos, o que aparentemente teve um impacto profundo sobre ela. Além disso, Grace adotou um alter-ego de Margaret que lhe daria companhia junto com seu irmão.

No final, sua personalidade dividida aparece abertamente quando ela tenta seduzir Tom e, eventualmente, a ataca. Maria intervém oportunamente e salva o dia. A narrativa dá um salto de um ano, e vemos Mary visitando uma ala psiquiátrica onde ela se encontra com Grace. 

Mary preserva o amor de Grace pelos livros. A última cena mostra Mary saindo do hospital com um traje assustadoramente semelhante ao que vemos no início do filme. Em essência, temos um encerramento para o personagem de Grace, mas Mary continua sendo uma presença duvidosa.

A verdade por trás de Grace

Por trás da Inocência, o final explicado
Por trás da Inocência, o final explicado

Então, Por trás da Inocência, mostra Mary, apesar de saber a verdade por trás de Grace, mantém contato com ela. Sua ligação com Grace não termina mesmo depois do ataque cruel a Tom. Os desejos de Maria não são contidos, pois ela ainda vê o reflexo de sua juventude na graça.

Talvez sua vontade ainda não tenha acabado, pois Grace sempre será sua musa. Seu bloqueio de escritor é eliminado após conhecer Grace e, portanto, ela decide ficar por perto. Uma inspiração perversa, Grace mantém Mary ocupada com pensamentos posteriores que a ajudam a se manter produtiva. Como seu traje é o mesmo que sua visita a Elaine, pode-se presumir que Mary não deseja que sua associação com Grace se espalhe abertamente.

Quem matou Elaine?

A crise narrativa é induzida com a morte de Elaine. Ela é brutalmente esfaqueada na garganta com uma tesoura. A polícia examina as imagens da CCTV e as impressões digitais na arma do crime indicam o envolvimento de Mary no crime.

- Publicidade -

Curiosamente, vemos dois flashbacks diferentes dos crimes – um deles mostra Mary visitando o escritório de Elaine, e suas ações coincidem com a investigação policial. Enquanto o outro mostra Grace fazendo o mesmo, no entanto, ela não é mostrada visitando Elaine. Nesse sentido, pode haver dois cenários possíveis.

Em primeiro lugar, no caso de Mary, ela é diagnosticada com PTSD e uma experiência fora do corpo. Além disso, o final também indica seu envolvimento, já que ela usa o mesmo traje para ir ao escritório de Elaine. Um motivo potencial para o crime de Mary pode ser que ela provavelmente esteja descontente com Elaine apontando para o caso entre Tom e Grace. 

Ela parece uma boa amiga de Elaine, mas Mary enlouquece quando ela é questionada. É claro que a própria Mary foi afetada por um trauma, e a intromissão de Elaine em seus assuntos pessoais pode ter desencadeado sua raiva. Ela quer esconder suas enfermidades e, quando ameaçada de ser exposta, sofre uma queda.

Talvez Maria cometa a ação por um impulso que a ajuda a completar sua história. Podemos chegar a essa conclusão, pois Mary dedica seu manuscrito a Elaine. Essencialmente, ao ajudar Mary a adquirir uma musa para a história, a própria Elaine se torna uma em Por trás da Inocência

Posteriormente…

Em segundo lugar, a personalidade dividida de Grace e sua visão perversa apontam para seu delito, mas se fosse assim, ela teria sido confinada em uma ala psiquiátrica para prisioneiros. Mas não é esse o caso. Grace segue Elaine e Mary desde o início, mas ela aproveita a chance para se infiltrar na vida de Mary.

No entanto, Elaine pode expor as verdadeiras intenções de Grace, já que ela vê Tom e ela juntos. Talvez seja para proteger seus próprios interesses, Grace mata Elaine. Ainda assim, a cena final inclina-se para o envolvimento de Mary no crime porque a maneira semelhante como ela se esgueirou conecta os dois pontos distintos.

As ilusões perigosas

Mary projeta sua sensualidade na presença núbil de Grace. Seus desejos não realizados encontram um canal através de Grace quando os vemos se envolver em momentos íntimos. Mary vê Tom se envolvendo no ato de submissão com Grace – Mary perde a compostura e grita com Tom e Grace em Por trás da Inocência.

Podemos perceber os eventos como o pesadelo de Maria, mas eles são muito reais para serem descartados. Além disso, Mary diz a Elaine que ela se torna uma mulher diferente enquanto escreve. Uma explicação provável para essas sequências pode ser que Maria está se entregando a desejos que tomam a forma de aparições.

Mas seus próprios encontros com Grace são autênticos, pois não dão uma sensação de dissonâncias. Por outro lado, o momento culminante quando Margaret assume Grace implica que ela talvez seduza Tom para obter o controle de sua vida. 

Tom pede desculpas a Mary enquanto está gravemente ferido, indicando que ele caiu na tentação de Grace. Ambos os personagens principais experimentam uma forma de personalidade disjuntiva. O filme mascara habilmente a verdade em probabilidade e deixa muito para a interpretação aberta. Essencialmente, pode ser lido como um conflito entre as duas personalidades que se espelham por meio de seus desejos.

E você ? Gostou do final de Por trás da Inocência ? 

Certamente, você vai gostar:

>Liga da Justiça de Zack Snyder chegará na Netflix ? Onde assistir online ?

Aliás, não deixe de acompanhar o Streamings Brasil. Afinal, aqui você não perde nada da Netflix.

- Publicidade -

Comentários
Carregando...