Publicidade

Ponto Cego: Revelado o real motivo da série ser cancelada

Entenda por que Ponto Cego foi cancelada

Ponto Cego estreou em 2015 nos Estados Unidos. Pouco tempo depois, a série foi disponibilizada por aqui pela Netflix. De lá pra cá, a série foi considerado um dos sucessos mais controversos dos últimos anos da TV. Um dos principais motivos era o fato de que, a série repetiu inúmeras vezes, alguns conceitos bem conhecidos de outras séries policiais. 

Publicidade

Ainda assim, conseguiu realizar várias reviravoltas na trama. Isso é claro, sempre deixou os fãs conectados com a história e querendo por mais episódios. Claro que, nada se comparada a trama inicial única e inovadora.

Aliás, Ponto Cego já começa com suspense desde o começo de seu primeiro episódios. Quem é realmente fã da série, vai se lembrar da cena icônica de uma bolsa deixada na Times Square. Dentro dela, uma moça que não se lembrava de nada do que aconteceu, mas, tinha o corpo coberto por tatuagens. 

Assim, vemos o FBI começar a investigar o caso. Aos poucos, descobrem que as tatuagens da mulher, chamada Jane Doe, na verdade são pistas de crimes que ainda irão acontecer. Apesar de se distanciar da premissa original, Ponto Cego teve 5 temporadas no total. Pois bem, se você ainda tem dúvidas do motivo que levou a série ao fim, aqui estão as respostas.

Publicidade

Ponto Cego foi cancelada

A trágica notícia sobre o fim da série foi em 2019, quando sua quarta temporada ainda era exibida. Diversos boatos surgiram dando conta de que, a NBC, não estenderia a produção. O canal que, era proprietário da série, afirmou que não tinha planos para produzir a quinta temporada e o cancelamento estava praticamente oficializado. 

Publicidade

O motivo para que levou a NBC a bater o martelo para o fim de Blindspot era simples: Baixa audiência. Nos Estados Unidos, os números da série vinham decaindo a cada episódio. Inclusive, a quarta temporada já quase havia sido cancelada pelo mesmo motivo. 

Embora outros países, como o Brasil, a série apresentava retorno, nos país original, a série já não dava o mesmo retorno. 

Foi aí que entrou em cena o criador Martin Gero. Antes do anúncio oficial da emissora, Gero se movimentou para garantir que Ponto Cego tivesse um desfecho. A negociação se estendeu por dias, mas finalmente Gero conseguiu fazer que a NBC e a Warner Bros. produzisse mais episódios.

Publicidade

Contudo, as produtoras deixaram claro que, a última temporada teria apenas 13 episódios. Mais tarde, a NBC encurtou ainda mais a produção, deixando o final com apenas 11 episódios. De qualquer forma, foi o suficiente para que os produtores conseguissem chegar ao final apropriado, tanto para Jane, quanto para os demais personagens. 

Série acabou no momento certo

Publicidade

Ponto Cego tem motivo do cancelamento revelado
Imagem: Divulgação/NBC

Se por um lado, a série poderia ter acabado antes da hora, a renovação rendeu a sensação a Martin Gero que, Ponto cego acabou onde precisava acabar. Dessa forma, para ele, o final aconteceu “na hora certa”.

Publicidade

Em entrevista ao EW, o criador afirmou: 

“Esse é o tipo de história que precisa ter um ponto final. A cada temporada, tentamos tratá-la como um romance separado em uma série de livros. E este, é o ponto fundamentalmente diferente. Os tipos de missão mudam, eles nem sempre estão mais atrás dos casos das tatuagens, embora elas ainda tenham um papel significativo.”

“Os riscos se tornaram extremamente altos para os personagens em todos os episódios. Por isso, aproveitamos o benefício de ter menos episódios, para conseguir uma história mais rápida”.

“Certamente, estamos no ponto que eu havia imaginado. Originalmente, o plano sempre foi cinco temporadas. Ao menos eu sabia que, chegando aqui, nós teríamos esses personagens em fuga. Essa temporada final é uma celebração de tudo o que a série foi” – finalizou.

No Brasil, todas as temporadas de Ponto Cego, estão disponíveis pela Netflix.

Certamente, você também vai gostar:

Publicidade

>Ponto Cego 6 Temporada na Netflix: Data de estreia, notícias e Mais

Aliás, não deixe de acompanhar o Streamings Brasil, também pelo Youtube.