Perdeu Netflix? Criadores da antologia Maldição vão para Amazon

Saiba se haverá 3ª temporada da antologia Maldição na Netflix e as próximas séries de Mike Flanagan no Amazon Prime Video.

- Publicidade -

Agora, com a onda de novos clássicos do terror nos cinemas em 2022, muitos fãs estão relembrando de como séries antológicas do tipo fizeram um MEGA sucesso ao longo da última década. Em especial, A Maldição (2018 – 2020) de Mike Flanagan, um dos queridinhos da Netflix. Porém que, após firmar uma nova parceria de exclusividade com o Prime Video, condenou o futuro deste projeto… Ou será que não?

- Publicidade -

A princípio, ele que também é diretor de filmes (por exemplo: Doutor Sono, Ouija, Jogo Perigoso e Hush), deu início à sua antologia com A Maldição da Residência Hill, minissérie ovacionada pela mídia e assinantes do tudum. Em seguida, veio A Maldição da Mansão Bly. Aqui, onde o criador trouxe de volta seus colegas de elenco anteriores, como Victoria Pedretti, Rahul Kohli e Henry Thomas, dentre outros.

De fato, o sucesso de todo o tal “Flanaverse” não se limita somente à antologia A Maldição. Contudo, é possível que ainda haja uma 3ª temporada, em uma nova história de fantasmas na Netflix sem as mãos de Mike Flanagan? Ou também, será que o mestre do terror trará uma espécie de sucessor espiritual numa antologia para sua nova casa, o Prime Video?

Posto isso, venham com a Streamings Brasil para descobrir as respostas destas dúvidas lacerantes. Assim também, saibam tudo sobre sua próxima e última série no tudum, A Queda da Casa de Usher!

- Publicidade -

Mike Flanagan troca Netflix pelo Amazon Prime Video

Anunciada no dia 1º de dezembro, a despedida do criador de A Maldição veio acompanhada de um misto de emoções por seus fãs. Em primeiro lugar, pois isso significou o cancelamento dos planos de uma 2ª temporada de O Clube da Meia-Noite. Em segundo, pois ele disse que não levará nenhuma de suas criações. Uma vez que a Netflix é sua “dona”.

- Publicidade -

Publicidade

No entanto, ao levar em conta a produtividade de Mike Flanagan e de seu colaborador de longa data na Intrepid Pictures, Trevor Macy, que produziram 4 séries e 34 episódios entre 2019 e 2021 (!), não é de se esperar por menos daqui em diante. Ainda mais que a dupla e o Amazon Studios estão em sintonia:

“Mike e Trevor são populares ​​em contar histórias bastante imersivas e repletas de mistérios que mantêm o público na ponta dos sofás do início ao fim. Então, estamos entusiasmados em recebê-los e explorar sua criatividade no gênero”, exclamou Vernon Sanders (o chefe de televisão global da Amazon Studios).

– via Deadline

“Este é um estúdio que já admiramos há algum tempo. De fato, sua missão de se envolverem em seriados e conteúdos inovadores se alinha completamente ao nosso espírito na Intrepid. Por isso, nós estamos ansiosos para trabalhar com a nossa marca nesta nova equipe”, disse a tão requisitada dupla, Mike e Trevor.

Por enquanto, não se sabe sobre quaisquer planos de produção para os novos originais que chegarão ao Prime Video pelos próximos anos. Embora já saibamos que há boas chances de que tais séries adotem o modelo de lançamento semanal que já é um padrão em novidades do serviço. Confiram só:

- Publicidade -

“Eu definitivamente estou interessado nas estreias semanais (para os futuros projetos). Sem dúvidas, eu as vejo como a melhor opção para o tipo de conteúdo e nicho que gosto de fazer. Inclusive, eu preferiria que a Netflix tivesse feito isso com Missa da Meia-Noite. Até tentamos convencê-los, só que eles não apoiaram essa iniciativa”, contou Mike Flanagan.

– via Tumblr (em resposta a um fã)

3ª temporada de a Maldição ou nova antologia no Prime Video?

Banner e pôster oficial da 3ª temporada da antologia Maldição de Mike Flanagan na Netflix com A Maldição da Residência Hill e A Maldição da Mansão Bly de Trevor Macy na Intrepid Pictures agora parceira do Amazon Prime Video após A Queda da Casa de Usher e cancelamento da 2ª temporada de O Clube da Meia-Noite
(créditos de reprodução: Netfllix)

- Publicidade -

Anteriormente, após Bly vir em 2020, o idealizador da antologia já havia confessado que não sabia se haveria uma “3ª temporada”. Em suma, apesar dele dizer “nunca diga nunca” (no Twitter), seu parceiro, Trevor Macy, explicou que se caso voltassem teriam que retomar a questão: “o que é um fantasma?” (via EW). Pois “em sua base, o projeto se trata de lugares e pessoas assombradas” (via Vanity Fair). Vejam:

“Uma das coisas que define a antologia ‘Maldição’ para mim é a atualização e o flerte com clássicos de autores góticos [com Shirley Jackson para Hill e Henry James em Bly], definiu Mike Flanagan.

– via Entertainment Weekly

Definitivamente, sem o envolvimento da dupla e da Intrepid Pictures – mesmo sob posse dos direitos – é improvável a Netflix trazer uma “3ª temporada”. Todavia, nada impede que uma nova antologia surja no Prime Video. Dessa vez, podendo tanto voltar à ideia de “fantasmas são como memórias” ou trazer outros temas. Uma vez que os vampiros de Missa da Meia-Noite foram a prova de sua capacidade e criatividade em transitar entre clássicos do gênero.

- Publicidade -

Seja como for, é certo que a mudança de streaming não impedirá que Mike Flanagan traga consigo os membros de elenco vistos ao longo do Flanaverse. Nesse caso, já citamos no início alguns nomes, só que o principal é a sua esposa, Kate Siegel. Assim também, mesmo aqueles que colaboram com ele em apenas um projeto – até agora – querem mais:

“Sim [eu voltaria], 100%. E eu acho que qualquer um que trabalhou com Mike e Trevor sempre querem voltar. Mike, em especial, tem uma mente inacreditável, nas coisas que ele escreve e dirige”, disse Tahirah Sharif (atriz de Rebecca Jessel em A Maldição da Mansão Bly).

– via Digital Spy

A última série do criador de Maldição na Netflix

Em retrospecto, desde o anúncio de migração para o Prime Video, Mike e Trevor não comentaram se, quando ou quais seriam seus novos projetos com a Amazon. Entretanto, Flanagan reforçou que ainda há uma última minissérie do Flanaverse para vir por seu antigo streaming: A Queda da Casa de Usher.

Pois é, apesar do cancelamento da 2ª temporada de O Clube da Meia-Noite, ainda teremos uma nova missérie! Neste caso, baseada no conto homônimo de Edgar Allan Poe – e em outras de suas obras. A saber disso, vejam o que podemos esperar desta despedida na Netflix, a qual já se encontra em pós-produção, tendo 8 episódios (4 dirigidos por Mike) e previsão de estreia para o 2º semestre de 2023 (!):

“[Usher] é uma loucura e é diferente de tudo que já fiz. […] É como heavy metal e/ou rock’n’roll. […] Eu nunca trabalhei em nada parecido, algo tão selvagem, colorido, hilário e, é claro, encharcado de sangue”, detalhou Mike Flanagan.

– via The Wrap

“Resumidamente, cada episódio possui uma, duas ou até um conglomerado de histórias de Edgar Allan Poe. Assim, os vários personagens da nossa minissérie são baseados em diferentes de suas figuras. Com certeza, será bem cômico e ácido”, disse o ator Henry Thomas.

– via SlashFilm

Outros dois projetos curiosos

Ademais, um pouco antes de O Clube da Meia-Noite estrear, Flanagan foi desvinculado de outra série da Netflix: Alguma Coisa Está Matando as Crianças. Mas, embora não esteja mais envolvido no projeto, inclusive, tendo admitido estar “chateado” por isso, essa adaptação da HQ homônima – a qual traz uma estranha que passa a caçar os monstros que se alimentam das crianças de uma cidade – não está cancelada (via The Wrap). Mas, sua fase é incerta.

Finalmente, é interessante ressaltar que o criador também possui um novo filme vindo pela Intrepid Pictures para os cinemas. Curiosamente, que se trata de mais outra adaptação de Christopher Pike, o autor de O Clube da Meia-Noite. Conheçam-no aqui:

Certamente, você também vai gostar:

> Um homem de ação: Filme da Netflix é baseado em uma história real?

Ei, assombrações e sanguessugas de plantão, querem atualizações sobre as novas séries de Mike Flanagan (de Maldição) na Netflix, no Prime Video ou onde for? Então, acompanhe-nos aqui mesmo, na Streamings Brasil, e também em nosso canal no YouTube para mais. Até lá, cuidado com o escuro!