OZ volta e estreia todas as temporadas no Brasil em Streaming

Temporadas de Oz chegam ao Paramount+

- Publicidade -

Os fãs mais saudosistas vão ter a oportunidade de assistir novamente OZ, através de um serviço de streaming. A série lançada pela HBO, muito antes de sucessos como The Sopranos, conquistou o público por onde passou. No Brasil, a produção ficou muito famosa por ser exibida nas madrugadas no SBT.

- Publicidade -

Em suma, OZ foi responsável por uma grande mudança nos dramas do canal americano. Afinal, as seis temporadas da série era um retrato brutal da vida na prisão. Ou seja, sangue, violência, conspirações e várias cenas de nudez era algo absolutamente normal no universo da série. 

Cada episódio da série é narrado pelo prisioneiro Augustus Hill. Porém, a narração não tem ligação direta com os fatos que ocorrem dentro da prisão. Grande parte das vezes, o narrador usa exemplos de assuntos diferentes ao temas abordados na série. 

Com isso, à primeira vista, essas narrações podem parecer confusas e sem muita lógica. Contudo, as mensagens passadas se encaixam perfeitamente com o que acontece dentro dos muros da prisão. Embora tenha sido exibida pela HBO, os direitos da produção pertencem à Paramount. Portanto, OZ agora está com todas as temporadas na Paramount+.

- Publicidade -

A história complexa de OZ

Todo o enredo de OZ se passa na prisão de segurança máxima Oswald dirigida por Leo Glynn, bem como, suas respectivas unidades como: Unidade B (prisão Geral), unidade J (unidade dos policiais), GenPop (população geral), solitária, entre outras.

- Publicidade -

Publicidade

A Emerald City, uma unidade experimental idealizada e projetada pelo diretor Tim MacManus, que não mede esforços para melhorar a vida dos prisioneiros. Isso inclusive, o leva várias vezes contra o diretor geral da prisão Leo Glynn, acreditando que todos os presos têm recuperação. 

Em Emerald City, os presos têm mais liberdade do que em outras unidades, porém essa liberdade tem regras. Por exemplo, existe a proibição de drogas, brigas e algazarra. Tudo é controlado desde a hora em que as celas são abertas, às 7 horas da manhá até a hora em que os presos são trancados novamente, às 17 horas. 

No local em que OZ se passa, também é obrigatório praticar atividades físicas e trabalhar nos mais variados tipos de serviços, como na manutenção da limpeza, na cozinha fazendo e distribuindo as refeições, na separação e distribuição de correspondências. 

- Publicidade -

Série revolucionou a TV

Hoje a HBO é conhecida por seu bordão de qualidade: não é TV, é HBO. Mas, para quem assiste as grandes e milionárias produções do canal atualmente, não imagina que, por um longo período, não foi bem assim que aconteceu. 

Ocorre que, em meados de 1996, o canal não exibia uma série “original”, há quase uma década. Foi quando a HBO, deu o aval para a série do criador Tom Fontana, que no primeiro momento pareceu exagerada, mas foi vista como inédita pelos executivos. 

- Publicidade -

OZ foi uma parceria da Viacom/CBS, que após idas e vindas, se transformou na Paramount+. Embora a série tenha sido exibida e ganhado notoriedade pela HBO, os direitos ficaram com a Paramount. A inovação da série veio pela forma que a história era contada.

Oz estreia no Paramount+
Imagem: Divulgação/Paramount+

Em cada episódio, víamos uma história diferente, mas com as tramas interligadas. Muitas vezes, a conclusão de uma história só acontecia alguns anos depois de sua introdução. Como a série tinha um grande número de personagens, era impossível saber quem sobreviveria até o próximo episódio. 

- Publicidade -

Afinal, a qualquer momento, um deles poderia ser morto na cela, na academia ou no chuveiro. A série teve 6 temporadas no total, com exibição na TV aberta entre 1997 e 2003. Nela, nomes como Christopher Meloni (de Law & Order), Harold Perrineau (de Lost), Kirk Acevedo (de Fringe) e Dean Winters (de 30 Rock) estiveram presentes. 

Então, você se lembra de OZ ? Vai reassistir a série no Paramount+? 

Certamente, você também vai gostar:

> Netflix vai retirar 10 GRANDE SÉRIES EM MARÇO: Veja a lista

Aliás, não deixe de acompanhar o Streamings Brasil, para não perder nada da série.