One Piece da Netflix deve mudar as histórias de 2 personagens

2 personagens de One Piece terão suas histórias mudadas na série

- Publicidade -

Dois personagens de One Piece vão precisar de histórias radicalmente diferentes no live-action da Netflix. Não é nem preciso dizer que essa adaptação enfrenta muitos obstáculos.

- Publicidade -

Isso começa desde ter que retratar o corpo de borracha de Monkey D. Luffy até adaptar uma história que tem mais de 1000 capítulos com a Netflix tendo fama de cancelar suas séries após 3 temporadas. Ajustar o conceito de One Piece, mantendo a fidelidade ao lendário mangá de Eiichiro Oda, será o maior desafio que a Netflix vai ter.

Atualmente em processo de filmagem antes da estreia ainda em 2023, muitos dos personagens principais do live-action já estão definidos. Os primeiros cinco piratas do Chapéu de Palha foram escalados. Os vilões iniciais também já estão definidos: Buggy e Alvida.

O programa de tv de One Piece da Netflix também anunciou figuras importantes de apoio, incluindo Peter Gadiot como Shanks e Morgan Davies como Koby. Os dois são personagens vitais ao longo da jornada de Luffy, mas seus colegas vão precisar ter histórias bastante alteradas pela Netflix.

- Publicidade -

As ausências de Shanks e Koby não funcionam em One Piece

No mangá One Piece de Oda e sua adaptação para o anime, Shanks e Koby são personagens que aparecem muito esporadicamente. Mas suas contribuições são sempre extremamente importantes. “Aparição anual de Shanks” é uma piada infame, mas também bastante precisa.

- Publicidade -

Publicidade

O capitão do Red Hair Pirates entrou e saiu do mangá desde que a história começou em 1999. Muitas vezes desaparecendo por grandes períodos de tempo antes de aparecer em momentos oportuno. O mesmo acontece com Koby, que está sempre presente durante a etapa inicial da viagem de Luffy.

Contudo, ele depois se junta a Shanks como um personagem que faz participações especiais raras, mas cruciais, ao longo da história. Entretanto, isso não vai funcionar no live-action de One Piece. A história tem personagens que podem ser descartados após a 1ª temporada.

Buggy, Zeff e Kaya são todos amplamente limitados à 1ª temporada. Outros personagens que não são fundamentais para a história de Luffy, Dracule Mihawk, por exemplo, possivelmente poderiam entrar e sair do live-action sem problema. Mas Shanks e Koby são exceções.

- Publicidade -

Shanks inevitavelmente vai ser uma presença maciça na história de fundo de Luffy, mas não pode desaparecer até a 4ª ou 5ª temporada da série. Até porque um live-action não funciona da mesma forma que um anime. Da mesma forma, a 1ª temporada não pode mostrar Koby se juntando aos fuzileiros navais e esquecê-lo até Water 7.

Como o live-action pode mudar as histórias de Shanks e Koby

Parte do apelo de Shanks deriva de sua mística, o que significa que One Piece da Netflix não pode mostrar muito dos atuais Red Hair Pirates. Uma solução seria incluir mais flashbacks com o jovem Luffy do que os primeiros capítulos do mangá de Oda.

- Publicidade -

One Piece da Netflix deve mudar as histórias de 2 personagens de anime
Imagem: Divulgação/Netflix

Isso não apenas manteria Shanks na narrativa, mas também aprofundar seu relacionamento mentor-aluno. A série da Netflix também pode mostrar Shanks tendo grande interesse nas façanhas de Luffy durante a linha do tempo atual. A história original de Oda confirmou que Shanks acompanha o desenvolvimento de Luffy.

Desta forma, o live-action pode se apoiar neste detalhe. Dado os desenvolvimentos do mangá sobre a Akuma no Mi de Luffy, Shanks cuidando dele faria sentido. O futuro de Koby na 2ª e 3ª temporada de One Piece é mais fácil de planejar.

- Publicidade -

Em uma série de capas one-shot do mangá chamado de ‘Diário de Koby-Meppo’, Oda mostra o treinamento duro do aspirante a fuzileiro naval. Também acompanhamos como ele finalmente ficou sob a proteção do avô de Luffy, Garp.

Depois que Luffy e Koby seguiram caminhos separados, a série da Netflix poderia adaptar esse mini-arco com mais detalhes como um sub enredo. Além de dar a Koby um futuro no live-action, adaptar seu arco de treinamento também manteria Helmeppo de Aidan Scott e Garp de Vincent Regan na história.

Existem rumores que o live-action de One Piece chegará ao catálogo da Netflix em 31 de agosto, mas a empresa ainda não confirmou nada.

Certamente, você também vai gostar:

A NOVA SÉRIE EXPLOSIVA da Netflix com Arnold Schwarzenegger

Aliás, não deixe de acompanhar o Streamings Brasil, para não perder nada da sua série favorita. (Via ScreenRant)