Início Netflix Surto de doença quase mata 21 milhões de pessoas em filme da...

Surto de doença quase mata 21 milhões de pessoas em filme da Netflix

No próximo dia 14, a Netflix promove a estreia do filme 93 dias. O que chama a atenção no filme é a trama, baseada em fatos reais, que promete agradar os fãs. Talvez você já tenha assistido o longa, já que se trata de um filme lançado em 2016.

O longa acompanha um surto de ebola que se espalhou rapidamente pela Nigéria, colocando em risco, a vida de 21 milhões de pessoas. O surto assustou não só o pais, como todo o mundo em 2014.

Netflix estreia filme 93 dias
Netflix estreia filme 93 dias

A história dos 93 dias centra-se nos sacrifícios feitos por homens e mulheres que arriscaram suas vidas para garantir que o vírus Ebola fosse contido. Antes de se tornar uma epidemia, quando foi importado para a Nigéria por um diplomata americano liberiano.

O longa também é dedicado a Ameyo Adadevoh , um médico nigeriano que desempenhou um papel fundamental na contenção do Ebola na Nigéria. O filme foi dirigido por Steve Gukas e foi filmado em várias partes da Nigéria.

Segundo o site nigeriano All Africa: 

93 Days é o filme que trouxe à Nigéria grande respeito entre os comitês das nações, especialmente devido à maneira como o vírus Ebola foi contido.

O filme é um reflexo dos sacrifícios e da pura vontade de certas pessoas para garantir que a doença seja contida e eliminada do país. Dr. Ameyo Adadevoh foi um dos que pagaram o sacrifício final com a vida.

O filme já está disponível na Netflix.

O elenco conta com Bimbo Akintola, Zara Udofia Ejoh, Keppy Ekpenyong-Bassey e Danny Glover.

Assista ao trailer do filme abaixo:

Leia também:

+Vis a Vis: El Óasis ganha primeiras imagens

Alex Canva
Alex, 23 anos. Especialista e co-fundador do maior site sobre serviços de streaming como Netflix, Amazon Prime Video, TelecinePlay, HBO Go, Globoplay e outros que estão disponíveis no Brasil. Construo dicas, informo, e antecipo lançamentos dos serviços de streaming.
- Publicidade -

Mais lidas

- Publicidade -