Publicidade

Marvel fez mudança em Mulher-Hulk antes da estreia no Disney+

Saiba por que a Marvel alterou as estreia de Mulher-Hulk no Disney+, e se isso se refletirá no futuro.

Publicidade

“As quartas-feiras estão tão ultrapassadas”. E é com essa frase que a Marvel anunciou a poucos dias um inesperado adiamento e importante mudança no cronograma de estreias para Mulher-Hulk: Defensora de Heróis no Disney+. Basicamente, em uma busca por tomar um espaço para si e sair do caminho de Andor (nova série de Star Wars). Porém, seria essa uma decisão preventiva momentânea ou definitiva?

Acompanhando a advogada Jennifer Walters, a vindoura série da Fase 4 do MCU (o Universo Cinematográfico da Marvel) apresentará a sua origem como superheroína. Uma vez que, após ter a transfusão de sangue de seu primo, Bruce Banner, a pacata cidadã se torna… digamos, maior, mais forte e, é claro, verde. Mas, mantendo a sua inteligência. Logo, ela adota a missão de defender os direitos legais de outros super-heróis mais necessitados.

Publicidade

Tendo estabelecido isso, venham conosco, da Streamings Brasil, e entendam por que Mulher-Hulk: Defensora de Heróis pode ter mudado as estreias de todos os filmes e seriados da Marvel pelo Disney+. Além disso, saibam tudo o que precisam sobre a nova série e quais são as datas de estreia de seus 9 episódios na plataforma. Então, bora lá [esmagar]!

 

Episódios de Mulher-Hulk às quintas-feiras no Disney+

Publicidade

Banner e pôster oficial HQs da série live-action Mulher-Hulk: Defensora de Heróis do MCU da Marvel Studios com estreias às quintas-feiras no Disney+ com Tatiana Maslany como Jennifer Walters, Mark Ruffalo como Bruce Banner e Charlie Cox como Matt Murdock / Demolidor
(créditos de reprodução: Marvel Comics)

Anteriormente, assim como a Netflix e outros tipos de plataformas, o serviço de streaming do Mickey Mouse também trazia suas novidades às sextas-feiras. Entretanto, quando Loki estava por vir na metade de 2021, foi decidido que os seus episódios seriam antecipados para as quartas-feiras. Como resultado, as estatísticas agradaram ao ponto desta se tornar a data de lançamento padrão da empresa.

Desde então, também acompanhamos What If…?, Gavião Arqueiro e Cavaleiro da Lua neste formato. Contudo, com cada vez menos tempo de respiro entre as novas séries do MCU e de Star Wars, ambas as franquias acabaram colidindo. Assim sendo, vimos as recentes Ms. Marvel e Obi-Wan Kenobi competirem pela audiência nerd do Disney+.

Publicidade

Por isso, foi decidido que as próximas produções das marcas, Mulher-Hulk e Andor, terão dias da semana dedicados. Ou seja, começando pela série de 9 episódios da superheroína, a qual estreará não mais em 17 de agosto, mas, sim, no dia 18, em uma quinta-feira. Automaticamente, “protegendo-se” da vinda do rebelde intergalático (com 12 episódios marcados para virem às quartas, a partir de 31 de agosto).

Publicidade

 

As séries da Marvel terão estreias às quintas-feiras no Disney+?

Publicidade

Banner e pôster oficial HQs da série live-action Mulher-Hulk: Defensora de Heróis do MCU da Marvel Studios com estreias às quintas-feiras no Disney+ com Tatiana Maslany como Jennifer Walters, Mark Ruffalo como Bruce Banner e Charlie Cox como Matt Murdock / Demolidor
(créditos de reprodução: Disney+ / Marvel Studios)

Por enquanto, não há confirmações acerca disso. Porém, pode-se presumir – devido a futura e constante vinda de mais séries de Star Wars – que sim, se a nova estratégia trouxer bons resultados, as estreias de vindouras séries como Invasão Secreta, Echo e Ironheart se ajustem às quintas-feiras. Em suma, definindo esse como o “espacinho” exclusivo da Marvel ao longo de nossas semanas.

Inclusive, sendo válido ressaltar que a então “nova regra” também poderá se aplicar aos filmes da marca. Visto que, após transitarem dos cinemas ao streaming, eles também vinham sendo lançados às quartas. Mesmo assim, fiquem de olho na Streamings Brasil para quaisquer atualizações sobre o assunto.

 

Quais são as datas de estreia dos episódios de Mulher-Hulk?

Publicidade

Por fim, é importante trazer ao assunto que a série protagonizada por Tatiana Maslany (de Orphan Black) será diferente das anteriores do MCU, já que essa é definida como “uma comédia de 30 minutos”. Além disso, com a personagem – criada em 1980 – sendo popular por quebrar a 4ª parede (igual ao Deadpool), podemos esperar momentos à lá Fleabag – com Jenifer Walters conversando diretamente conosco (público).

Publicidade

Principalmente, após termos comentado tanto sobre a mudança nas estreias da série, que tal marcarmos na agenda as datas de cada um de seus 9 episódios? Portanto, confiram-nas abaixo:

  • 1º Episódio em 18 de agosto;
  • 2º Episódio em 25 de agosto;
  • 3º Episódio em 1 de setembro;
  • 4º Episódio em 8 de setembro;
  • 5º Episódio em 15 de setembro;
  • 6º Episódio em 22 de setembro;
  • 7º Episódio em 29 de setembro;
  • 8º Episódio em 6 de outubro;
  • e último Episódio em 13 de outubro.

Como visto, as estreias de Mulher-Hulk: Defensora de Heróis (às quintas-feiras) no Disney+ evitarão 7 dos 12 episódios de Andor, (série de Star Wars), a qual terminará pouco mais de um mês após esta da Marvel. Nesse sentido, nós, fãs de ambas as franquias, podemos reservar melhor o nosso tempo para conferi-las. Felizmente, evitando spoilers.

Publicidade

Ademais, ainda é interessante relembrar que o novo seriado do MCU será o responsável por reintroduzir o Demolidor de Charlie Cox (antes, da Netflix) por completo, após o ator ter aparecido rapidamente em Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa. Mas, essa também não será a sua última vez, já que ele é cotado para voltar em Echo e em sua própria série de 18 episódios no Disney+: Daredevil: Born Again.

 

Certamente, também lhes interessará:

  1. WandaVision 2 ª Temporada: Revelado O Futuro Da Feiticeira Na Marvel

  2. Continência Ao Amor: 5 Filmes Parecidos Para Quem Gostou Do Romance

Ei, advogados e esmagadores que vos leem, querem se inteirar acerca das principais notícias do MCU e de Mulher-Hulk: Defensora de Heróis no Disney+? Então, acompanhem-nos por aqui, na Streamings Brasil, e também pelo YouTube.