House of the Dragon pode repetir erro de Game Of Thrones

House of The Dragon pode repetir Game of Thrones com erro

- Publicidade -

A 2ª temporada de House of The Dragon está fazendo algumas mudanças importantes. Com isso, porém, vem o risco de repetir um erro que realmente prejudicou a 8ª temporada de Game of Thrones. A 1ª temporada do spin-off já teve que se recuperar dos danos causados na série original nos últimos episódios.

- Publicidade -

A polêmica em torno disso deixou uma impressão ruim ao espectador. E por isso, a série teve que reconquistar alguns deles e provar que a nova produção não só poderia funcionar por si só, mas que não repetiria esses problemas. Além disso, House of The Dragon também teve que provar que o mundo de Westeros era uma franquia viável para a HBO.

Embora não tenha sido perfeita, a 1ª temporada do spin-off fez a maioria das coisas darem certo. Isso fez a série ganhar aclamação por parte da crítica e grandes classificações. A 2ª temporada, que foi renovada logo após a estreia da 1ª, vai procurar continuar com a Dança dos Dragões começando para valer.

De forma geral, há motivos para empolgação porque o final da 1ª temporada deixou as coisas à beira de uma guerra. Além disso, Rhaenyra Targaryen (Emma D’Arcy) está pronta para a vingança. No entanto, uma atualização sobre House of The Dragon causa algumas preocupações sobre o que a série está fazendo e como será o futuro do programa. Principalmente por causa do final de Game of Thrones.

- Publicidade -

2ª temporada de House of The Dragon será mais curta 

A 2ª temporada de House of The Dragon terá supostamente apenas 8 episódios, 2 a menos do que a primeira temporada. Embora diga-se que a mudança é baseada na história, essa redução ainda preocupa. Principalmente porque alguns rumores apontam que essa redução é por conta do corte de custos na Warner Bros. Discovery.

- Publicidade -

Publicidade

A preocupação com a redução de episódios é preocupante por conta do que aconteceu na 7ª e 8ª temporada de Game of Thrones. Essas duas temporadas reduziram a contagem regular de episódios de 10 para 7 na 7ª temporada e 6 na 8ª. Uma mudança semelhante vai ser feita na 2ª temporada do spin-off.

A 8ª temporada de Game of Thrones tomou várias decisões controversas, mas muitos estão relacionadas com a contagem de episódios. Nas temporadas 7 e 8 isso fez com que várias histórias e arcos de personagens acabassem sendo apressados. Isso foi, sem dúvida nenhuma, o maior problema da série.

Redução de episódios representa risco

- Publicidade -

A 2ª temporada de House of The Dragon também está reduzindo sua contagem de episódios. Então, significa que há um risco real do seriado se desviar da fórmula que a tornou um sucesso e se apressar em desenvolvimentos importantes.

Afinal, a própria temporada 8 de Game of Thrones foi encurtada porque os próprios showrunners alegaram que era melhor para a história. Então, a justificativa dada pelo spin-off não diminui as preocupações com relação a isso. Há também o fator George RR Martin a ser considerado nisso.

O autor disse anteriormente que o número ideal de temporadas para o spin-off era quatro, com cada temporada tendo 10 episódios. Os planos para a 2ª temporada obviamente não se alinham com isso.

- Publicidade -

O mesmo – em uma escala mais drástica – aconteceu com GOT, com Martin em vários pontos sugerindo que poderia e sem dúvida ela deveria ter de 10 a 13 episódios para contar as histórias adequadamente. Martin pode não estar contando a história de House of The Dragon, mas é notável que mais uma vez não é exatamente o que ele esperava.

Como a derivada pode evitar os problemas

A 2ª temporada de House of The Dragon pode mudar tudo
Imagem: Divulgação/Hbo Max

- Publicidade -

A contagem de episódios da 2ª temporada do spin-off é preocupante por causa dos problemas que afetaram as temporadas 7 e 8 de Game of Thrones. Contudo, isso não significa que o programa esteja fadado a repetir esses erros – e há motivos para sermos otimistas com o futuro.

Afinal, são programas diferentes com equipes criativas diferentes e provavelmente fatores diferentes (criativos ou não) que levaram a essa decisão. O showrunner Ryan Condal (e o ex-co-showrunner Miguel Sapochnik) acertaram muito na 1ª temporada de House of The Dragon. Portanto, apesar dos riscos aqui, eles merecem alguma fé por parte do espectador.

Apesar da preocupação, House of The Dragon tem tudo para dar certo

O spin-off também tem uma grande vantagem na história em relação ao final de Game of Thrones, e isso também está ligado a Martin. A diferença é que a história do seriado tem um fim, enquanto Game of Thrones não. Sangue e Fogo pode ser apenas um relato histórico da história dos Targaryen e, portanto, há muitos detalhes de personagens a serem desenvolvidos.

Mas, no final das contas, a história da Dança dos Dragões está concluída e, portanto, a série tem um plano para trabalhar. Isso é um grande contraste com GOT, que há muito já tinha ultrapassado os livros quando a série atingiu seu ponto final.

Eles até tinham um esboço de Martin sobre o fim, mas a maior parte foi inventada pelos próprios showrunners. Este é um problema que House of The Dragon não vai ter que enfrentar. E isso, por si só, já é um grande alívio. Com isso, há também o fato de que a história do spin-off é menos extensa do que Game of Thrones.

Este último continuou se expandindo por anos, adicionando novos personagens e histórias espalhadas por Westeros e Essos antes de ter que voltar rapidamente em suas temporadas finais quando os eventos começaram a se fundir.

A 2ª temporada de House of The Dragon pode mudar tudo
(créditos de reprodução: HBO Max)

House of The Dragon não vai perder muito tendo menos episódios

House of the Dragon, por outro lado, é um pouco mais contida e intimista: ela cobre toda Westeros, mas seu foco continua na Casa Targaryen. E agora que os principais saltos no tempo foram concluídos, a linha do tempo é mais direta (a guerra civil se estende por cerca de dois anos nos livros).

O que também significa que a 2ª temporada pode não perder tanto com menos episódios. Como dito, obviamente tem a preocupação com a redução dos episódios. Contudo, são séries diferentes em vários aspectos, então não podemos e nem devemos tirar conclusões precipitadas antes da estreia da 2ª temporada.

Mas, de qualquer forma, é bom que a equipe da série fique de olho para não cometer os mesmos erros de Game of Thrones. Não queremos passar por essa decepção uma segunda vez. A 1ª temporada de House of The Dragon está disponível no HBO Max.

Certamente, você também vai gostar:

> ESSA É A MELHOR SÉRIE DE SUSPENSE DO MOMENTO e você precisa dar uma chance

Aliás, não deixe de acompanhar o Streamings Brasil, para não perder nada da série.