Glass Onion: A verdade por trás do filme da Netflix

Conheça a verdadeira história do filme Glass Onion

- Publicidade -

Glass Onion da Netflix marca o retorno de Benoit Blanc, de Daniel Craig, e outro grupo de personagens excêntricos que são todos suspeitos em um mistério de assassinato. Seguindo os passos do primeiro filme, o longa joga com os elementos de whodunit, servindo-o com comédia para entregar um relógio altamente divertido.

- Publicidade -

Além disso, Glass Onion também aborda algumas conversas muito relevantes dos tempos atuais, o que dá um toque realista ao filme. Lembrando que o filme é uma sequência de Entre Facas e Segredos (2019). No elenco estão nomes como Daniel Craig  interpretando Detective Benoit Blanc,

Também fazem parte do elenco Madelyn Cline como Whiskey, Kate Hudson como Birdie Jay, Jessica Henwick como Peg, Edward Norton como Miles Bron, Kathryn Hahn como Claire Debella, Janelle Monáe como Helen Brand e Ethan Hawke como Miles’s assistant.

Se isso faz você se perguntar se o diretor Rian Johnson foi inspirado por assassinatos reais para criar o filme Glass Onion, então aqui está o que você deve saber.

- Publicidade -

Glass Onion é uma história verdadeira?

Não, Glass Onion não é uma história verdadeira nem baseada em um livro. São contos puramente fictícios imaginados por Johnson. Sempre foi fã do gênero mistério de assassinato e gostava de ler as obras de Agatha Christie, que também serve de inspiração para o cinema.

- Publicidade -

Publicidade

Johnson tinha um “amor profundo” pelo gênero e pelas convenções estabelecidas por ele e queria criar algo na mesma linha. No entanto, ele não queria que fosse uma história que já havia sido contada antes. Ao esculpir um mistério para os filmes ‘Knives Out’, Johnson olhou para a abordagem de Alfred Hitchcock para contar histórias.

Então Johnson disse à Entertainment Weekly sobre Glass Onion:

“Enquanto pensava em fazer um romance policial, pensei em Hitchcock e sua opinião sobre romance policial. Ele sempre disse que eles confiam inteiramente na surpresa, uma grande surpresa no final, e essa é a fraqueza deles narrativamente. Especialmente quando você os coloca na tela.”

- Publicidade -

O diretor queria criar algo que não levasse apenas ao mistério final, mas que tivesse muitas camadas intermediárias para manter o público envolvido e envolvido. Ele queria que fosse “uma montanha-russa”. Quando Johnson se sentou para escrever o filme, ele manteve todos os tropos de um mistério de assassinato usual.

O que Johnson comenta sobre o filme

Isso inclui desde excentricidades de personagens até pistas falsas. Contudo, ele também quebrou as regras do gênero e o distorceu para torná-lo ainda mais interessante em Glass Onion.

- Publicidade -

“A noção de fazer uma unidade policial que começa como uma unidade policial tradicional e orienta o público com muita clareza e depois se transforma em um thriller de Hitchcock, onde há um personagem de quem você gosta, você está inclinado para a frente em vez de inclinado para trás. Em seguida, volta a ser um whodunit no final e revela que tem sido um whodunit o tempo todo, o elemento de suspense foi um pouco desorientado.”

Glass Onion: A verdade por trás do filme da Netflix
Imagem: Divulgação/Netflix

Outra coisa que Johnson queria era definir a história de Glass Onion nos tempos contemporâneos. Embora ele tenha sido fortemente influenciado por Hercule Poirot de Agatha Christie, ele não queria fazer um filme de época que não refletisse a sociedade atual. O diretor disse à Motion Pictures:

- Publicidade -

 “Christie não estava escrevendo peças de época; ela estava escrevendo para seu tempo e para seu lugar. A noção de fazer bem o gênero e fazê-lo na América, agora, e não de uma maneira do tipo mensagem, mas não ter medo de se envolver com a cultura agora neste momento, isso, para mim, foi uma grande motivação para o que foi emocionante fazer.”

Enquanto Glass Onion analisa as questões de divisão de classes e imigração, entre outras coisas, o filme apresenta a narrativa com uma lente diferente. Chamando-o semelhante a ‘Dr. Strangelove’, Johnson descobriu que o humor realmente trazia à tona os temas sublinhados pelo filme.

O filme e o gênero whodunit permitiram que ele examinasse a classe com “uma rica reunião de suspeitos e o fato de que esses suspeitos são um grupo diversificado do alto ao baixo mostra o que é um microcosmo das estruturas de poder da sociedade.”

O diretor de Glass Onion, Johnson então declarou:

“Também parecia que havia muita comédia a ser extraída disso. Também é uma loucura porque você fica exposto a algumas dessas coisas e percebe que o que está no filme não é tão exagerado, provavelmente está um pouco mais compactado em comparação com algumas das coisas que estão por aí. Tanto que abordamos que o filme está acontecendo em todos os lugares ao nosso redor. A grande coisa que estava em minha mente eram apenas grandes mentiras descaradas, e grandes mentiras descaradas sendo transmitidas por cumplicidade com base no interesse próprio, isso também ainda está no ar.”

Ao criar o papel do bilionário tecnológico interpretado por Edward Norton, o diretor colaborou com o ator de Glass Onion, que também tem alguma experiência na indústria.

O que preocupava o diretor do filme?

Glass Onion: A verdade por trás do filme da Netflix
Imagem: Divulgação/Netflix

Eu me lembro de um ano atrás conversando com Edward e nós dois nos preocupando, Oh Deus, toda essa coisa de bilionário tecnológico vai ter se esgotado completamente quando lançar o filme? 

Johnson disse ao Vulture . 

“No final, porém, seu motivo era tornar a história oportuna, e não atemporal. É uma maneira de se envolver com as coisas que estão acontecendo agora neste reconfortante revestimento doce de um mistério de assassinato.”

Então, em vez de voltar aos tempos de Christie e trazer aquele mundo do passado, Johnson se concentrou em “influenciadores do YouTube, modelos patrocinados do Instagram e cientistas glamorosos do estilo SpaceX” para criar uma história que não apenas entretém o público, mas também parece relacionável e realista para eles, assim como Glass Onion.

Certamente, você também vai gostar:

Manifest tem 2 dragões e isso torna Cal especial

Aliás, não deixe de acompanhar o Streamings Brasil, para não perder nada do filme (Via TheCinemaHolic).