Five Nights At Freddy’s: A maior bizarrice que aconteceu durante as filmagens

Five Nights At Freddy's chegou aos cinemas no dia 27 de outubro

- Publicidade -

Em 2014, um videogame de baixo orçamento chamado Five Nights at Freddy’s se tornou um fenômeno viral (e global), alcançando milhões de jogadores nos anos seguintes. Ao mesmo tempo, deu origem a uma franquia midiática de proporções multimilionárias.

- Publicidade -

Reconhecido por sua abordagem única do terror, o jogo trouxe à vida um grupo de animatrônicos aterrorizantes, semelhantes a uma banda do Chuck E. Cheese (mas em um estado decrépito), dotados de intenções assassinas.

No último fim de semana (27 de outubro), quase uma década após o lançamento do primeiro jogo, chegou aos cinemas o filme Five Nights at Freddy’s, introduzindo pela primeira vez esses personagens sinistros em um novo contexto.

Contudo, muito antes da estreia, os bastidores dessa produção revelaram uma dose inesperada de horror para os membros do elenco e a equipe do set de filmagens!

- Publicidade -

Animatrônicos com ‘vida própria’ em Five Nights at Freddy’s

Em uma entrevista concedida à Entertainment Weekly, a diretora Emma Tammi compartilhou suas experiências intrigantes ao presenciar os animatrônicos agindo de forma “autônoma” durante as filmagens.

- Publicidade -

Publicidade

Ademais, cada animatrônico era manipulado por uma equipe de habilidosos marionetistas, cada um responsável por mecanismos específicos. Em um momento sinistro, ela recordou ter testemunhado o olho de um dos monstros piscando antes do início de uma gravação de cena. Detalhe: não havia qualquer profissional por perto dando os comandos.

Tammi comentou: “Abraçamos essas peculiaridades quando os animatrônicos realizavam ações que não eram orquestradas por nós. Muitas vezes aproveitamos esses momentos inesperados que nos assustavam e o incorporamos ao filme, tornando a experiência mais realista.”

Desafios no set de filmagens

- Publicidade -

Pouco antes da estreia do filme Five Nights at Freddy’s, o site Bloody Disgusting conduziu uma entrevista reveladora com Robert Bennett, supervisor de projeto e designer principal da produção.

Bennett, que desempenha um papel fundamental na renomada Jim Henson’s Creature Shop, reconhecida por suas contribuições em filmes e programas de TV, incluindo “Vila Sésamo” e “O Cristal Encantado”, corroborou os relatos de Emma Tammi sobre os animatrônicos ocasionalmente agirem de forma independente.

No entanto, Bennett lançou luz sobre o enigma, esclarecendo que esses comportamentos eram frequentemente resultado de falhas em controles remotos e robôs defeituosos.

- Publicidade -

Ele explicou: “Em várias ocasiões, ocorreram falhas de comunicação entre os controles remotos e um dos robôs, levando a situações em que os animatrônicos agiam por conta própria. Emma ficava incrivelmente surpresa e muitas vezes queria repetir essas cenas. E, claro, nós fazíamos o possível para recriar essas ações.”

Assim, os animatrônicos de Five Nights at Freddy’s foram deliberadamente concebidos para parecerem defeituosos quando necessário… Sem dúvida criando uma atmosfera de mistério e terror que desafia a distinção entre movimentos autônomos e a atuação dos marionetistas.

Five Nights At Freddy's coisas assustadoras que ocorreram durante as filmagens
Imagem: Divulgação / Blumhouse & Universal

- Publicidade -

Por dentro dos bastidores de Five Nights at Freddy’s

Em outra entrevista exclusiva, desta vez concedida à Inverse, Emma Tammi compartilhou detalhes sobre os desafios enfrentados nos bastidores do filme. A operação dos animatrônicos de grande porte revelou-se uma tarefa complexa.

“Colocar os animatrônicos em pé e garantir que tivessem as pausas necessárias para evitar o superaquecimento, bem como proporcionar intervalos adequados para os artistas que controlavam os trajes, tudo isso consumia uma quantidade significativa de tempo”, explicou a diretora. “Ao longo das filmagens, aprimoramos nossa eficiência e nos tornamos uma equipe bem ajustada.”

Tammi também destacou que cada monstro tinha versões distintas em Five Nights at Freddy’s, projetadas para atender às demandas das diferentes cenas do filme. Algumas eram inteiramente animatrônicas, enquanto outras funcionavam como trajes parciais para dublês, permitindo que eles movessem os personagens de dentro.

Em outros casos, como com Bonnie, Chica e Freddy, essas encarnações específicas podiam acomodar até dois dublês simultaneamente. A combinação de diversas técnicas resultou em animatrônicos altamente complexos, que, apesar das falhas ocasionais, contribuíram para o visual distintivamente perturbador do filme!

Certamente, você também vai gostar:

>Netflix dá péssima notícia com saída de 8 séries em Novembro