Publicidade

Emily em Paris precisa de grande mudança em nova temporada

Grandes mudanças vão precisar ser feitas na 4ª temporada de Emily em Paris

Publicidade

Recentemente, a Netflix lançou a 3ª temporada de Emily em Paris. A história gira em torno de uma garota de negócios que é transferida para uma empresa de marketing em Paris, apesar dela não saber nada de francês. E três temporadas depois, ela ainda não sabe francês.

O tempo que Emily passa em Paris é um choque cultural para ela. Por conta disso, vemos ela tentando se adaptar e encontrar seu caminho em um novo país. Porém, essa adaptação fica parcialmente de lado por causa das suas aventuras amorosas, que ocupam grande parte do seu tempo.

Publicidade

A série sempre incluiu uma certa quantidade de momentos ridículos, digamos assim, mas a 3ª temporada bateu todos os recordes. Emily Cooper rapidamente se tornou a funcionária mais procurada da empresa sem realmente fazer por merecer esse status.

No entanto, Emily continua a tomar decisões terríveis e não enfrenta as consequências. Tudo dá certo para ela, o que, sinceramente, não torna Emily em Paris interessante. Mesmo porque, bem sabemos que a vida real não é assim, mesmo que estejamos falando de um personagem fictício. A personagem e sua escolha de roupas são difíceis de levar a sério, mas a série insiste em focar em cima disso.

Publicidade

À medida que a Emily em Paris avança para a 4ª temporada, várias possibilidades se abrem para que vejamos a série e a própria Emily crescer de verdade. Mas se isso não acontecer, a série continuará estagnada na perfeição das temporadas anteriores.

Os conflitos de Emily em Paris no trabalho

Como já comentamos, tudo acontece facilmente para Emily. A empresa onde ela trabalha precisa de uma reunião com um grande influencer e o que acontece? Obviamente ele segue Emily no Instagram. Quando um cliente se recusa a trabalhar com eles, tudo o que Emily tem que fazer é encurralar essa pessoa uma vez e rapidamente ela muda de ideia em Emily em Paris.

Publicidade

Emily é estrangeira e o mais novo membro da empresa. Então nem todas as suas ideias devem ser um grande sucesso. Se Emily não precisa trabalhar duro, por que a série foca especificamente no trabalho dela?

A 4ª temporada deve ter Emily falhando em algumas ocasiões. Só assim poderemos ver ela lutando para se levantar novamente, como acontece na vida real. Ninguém tem sucesso o tempo todo, como Emily, nem os mais ricos do mundo. Pensando nisso, quem é que quer ver uma série que parece refletir uma realidade paralela?

Publicidade

A 3ª temporada de Emily em Paris criou um conflito interpessoal entre Emily e seu colega de trabalho, Luc, o que já é uma evolução. Isso quer dizer que Emily teve um problema de verdade, na vida profissional, pela primeira vez. Mas mesmo com essa complicação, Emily deve ter mais percalços no futuro, pois só isso não é o suficiente.

Emily em Paris deveria ser mais inteligente

Publicidade

Emily tem todo um potencial para se sair bem no trabalho. Mas, apesar de chegar ao topo da sua área quase instantaneamente, ela toma decisões horríveis, uma atrás da outra. A 2ª temporada de Emily em Paris viu Emily concordar em deixar a sua empresa principal e bem-sucedida para trabalhar na nova companhia de marketing que sua chefe Sylvie queria começar.

Quem é que deixa uma empresa já consolidada, ainda mais morando em outro país, para entrar em uma que vai começar a dar os primeiros passos? Não faz sentido! Mas a 3ª temporada começa com ela trabalhando em dois lugares, lutando para dividir seu tempo entre os dois empregos.

Um adulto, em sã consciência, nunca faria isso. E a escolha de Emily só serviu para machucar as pessoas. Para piorar e para fazer ela parecer incompetente, Emily em Paris fica surpresa quando é demitida. Essas decisões da personagem se estendem a sua vida pessoal.

Por exemplo, ela deixa de ir a uma festa do seu namorado, Alfie, para trabalhar. E o pior de tudo, ela pensa que ele não vai ficar bravo com ela por conta disso. Mais uma vez, Emily fica surpresa quando ele termina com ela por causa disso.

Publicidade

Emily causa desastre por causa de sua imaturidade

Emily em Paris precisa de grande mudança em nova temporada
Imagem: Divulgação/Netflix

Publicidade

Emily aceita ser garçonete para Gabriel, mesmo não sabendo uma palavra sequer em francês. Ela ainda acredita que isso não será um problema e acaba causando uma reação alérgica em um cliente. Sua recusa ou falta de malícia em pensar logicamente não faz sentido nenhum.

É difícil assistir Emily tomar decisões erradas constantemente quando ela deveria ser inteligente. Se Emily em Paris quer que ela seja inteligente, eles têm que mostrar isso em seu comportamento. Não estamos dizendo que pessoas inteligentes não fazem escolhas ruins, mas se ela comete erro atrás de erro, então ela realmente não é inteligente.

Ou talvez seja ingênua demais, não dá para saber!

Publicidade

Emily tem que arcar com as consequências

Da mesma forma, Emily tem que enfrentar as consequências dos seus atos. Ela toma más decisões e fica surpresa quando as coisas não saem do jeito dela, e isso acontece porque ela nunca pagou realmente por suas escolhas ruins.

Sim, Sylvie a demite na 3ª temporada de Emily em Paris, mas isso dura pouco tempo. Emily até comenta que está na França com um visto de trabalho, mas isso não se torna um problema pois rapidamente é contratada de novo. Se esse enredo tivesse durado mais tempo, haveria mais drama para manter a série mais interessante.

Mas o ritmo acelerado das coisas fez com que esse enredo se tornasse insignificante. O mesmo problema acontece quando Alfie termina com ela. Emily consegue reconquistá-lo em apenas um episódio. Esses deveriam ser os resultados naturais das suas escolhas, mas Emily é sempre capaz de revertê-los, quase que magicamente.

O fato é que ver tudo dar certo para ela, mesmo depois de suas decisões péssimas, é irritante. Se tudo der certo para Emily, ela não é uma personagem identificável. Emily deveria ser punida pela maneira que trata as pessoas ao seu redor em Emily em Paris.

É difícil torcer para Emily quando ela fica surpresa com as consequências das suas más decisões, mesmo que todos ao seu redor reajam de forma razoável, de acordo com a situação. No futuro, as más escolhas de Emily devem ter um impacto duradouro em sua vida e relacionamentos na série. Se não for desta forma, qual é o sentido dela cometer erros?

As roupas de Emily na série

Uma coisa que se destacou na série desde o começo é o guarda-roupa de Emily. A série é ambientada em Paris e dá grande importância a moda, já que sua agência representa diversos estilistas. Muitos personagens fazem escolhas de looks criativos, mas não como Emily.

O problema não é que essas escolhas sejam incomuns, mas a direção que isto está tomando Emily em Paris. As escolhas de Emily não são chiques e nem vanguardistas, mas, sim, infantis. A cor brilhante e não diluída torna Emily o centro das atenções, mas não de um jeito bom.

Como Emily pode ser levada a sério como uma adulta de sucesso se ela se veste como uma personagem da Disney? A transição para roupas mais parecidas com outros integrantes da série, que são ousadas, mas menos drásticas, ajudaria muito a fazê-la se parecer menos com uma criança.

Emily em Paris precisa ser mais leve

Emily em Paris precisa de grande mudança em nova temporada
Imagem: Divulgação/Netflix

Vamos ser sinceros, o conceito da série é totalmente irreal e eles o levam com a maior seriedade. A 4ª temporada tem que deixar as coisas mais leves. E o mais importante, tem que fazer o elenco entrar nesse clima.

Por exemplo, a 3ª temporada de Emily em Paris mostra um episódio inteiro onde eles apresentam um anúncio onde criam um filtro para as pessoas se parecerem com seus animais de estimação e isso não foi feito como uma forma de piada.

Nem de longe deixa de ser uma má publicidade, e obviamente isso viraria piada na internet, então por que ninguém riu disso? A série tem poucas oportunidades de adicionar humor, e é justamente isso que ela precisa. A série tende a ser um pouco “louca”, então por que não se dar ao trabalho de rir de si mesmo?

Certamente, você também vai gostar:

> 8 Doramas disponíveis para assistir na Amazon Prime Video

Aliás, não deixe de acompanhar o Streamings Brasil, para não perder nada da sua série favorita. (Via Collider)