Desejo Obsessivo: Vale a pena assistir a série da Netflix?

Vale a pena dar uma chance para Desejo Obsessivo?

- Publicidade -

Desejo Obsessivo é a mais nova adaptação literária da Netflix. Baseada no romance de 1991, escrito por Josephine Hart, chamado Damage, a série chega como uma mistura de Desejo Sombrio e 365 DNI. Com cenas quentes e mistério inicial, a produção rapidamente ficará entre as mais assistidas.

- Publicidade -

Com um elenco conhecido, encabeçado por  Richard Armitage, a série inicialmente gira em torno de um casal proibido. Um respeitado cirurgião e a noiva de seu filho acabam virando uma obsessão que pode mudar suas vidas para sempre.

Certamente, Desejo Obsessivo é um dos maiores lançamentos da Netflix para Abril. Mas, será que realmente vale a pena dar uma chance para a produção. Eis o que achamos. 

O enredo de Desejo Obsessivo

- Publicidade -

A série faz questão de levar bastante seu nome a sério. Tanto que, a história inicialmente se trata de um homem que destrói a si mesmo e sua família por causa de um lúxuria que mal consegue conter. Em suma, o título é sobre impulsos mais básicos do ser humanos, que anulam os circuitos, nos deixando loucos. 

Em Desejo Obsessivo, Armitage interpreta William Farrow, uma espécie de composição de masculinidade segura e idílica. Farrow é tradicionalmente bonito. Ele é um cirurgião brilhante (a série começa com ele separando gêmeos siameses).

- Publicidade -

Publicidade

Além disso, é casado e feliz com uma mulher forte e inteligente chamada Ingrid (Indira Varma), com quem tem uma casa grande e luxuosa, uma vida sexual ativa e dois filhos, Jay (Rish Shah) e Sally (Sonera Angel). Jay tem uma namorada que logo se torna sua noiva, uma jovem deliberadamente misteriosa chamada Anna (Charlie Murphy). 

Quando ela conhece William em algum tipo de festa parlamentar chique, ela pergunta sensualmente se a azeitona que ele está acariciando é para ela, momento em que ele a enfia em sua boca como se estivesse rolhando uma garrafa e, assim, inexplicavelmente, um romance imprudente começa.

Desejo Obsessivo é bom ou ruim?

- Publicidade -

Desejo Obsessivo: Vale a pena?
Imagem: Divulgação/Netflix

Antes de mais nada, é importante citar que Desejo Obsessivo não é a primeira adaptação de Damage para a indústria. Antes, a história já foi adaptada em “Perdas e Danos”, em 1992, e protagonizado por Jeremy Irons e Juliette Binoche. 

A versão da Netflix revisita a história, e adiciona ingredientes mais atuais. Contudo, a série é uma exploração de como os seres humanos são, fundamentalmente, apenas animais, ou como o trauma é carregado e transmitido como um contágio. Talvez seja um comentário sobre como a monogamia é incompatível com nossos imperativos biológicos. É difícil dizer.

- Publicidade -

Eventualmente – muito rapidamente, na verdade, já que a série toda tem apenas quatro episódios, e todos eles têm menos de 40 minutos – deixa de ser o ponto de qualquer maneira. As cenas de sexo, que são abundantes em Desejo Obsessivo, acabam sendo apenas mundanas, trechos de transa geralmente imprensados ​​entre cenas de domesticidade tensa.

Aparentemente, havia um coordenador de intimidade no set, contratado para garantir a paridade completa entre o quanto de Armitage e Murphy podemos ver a qualquer momento. Posso relatar que vemos ambos, com frequência, mas não aprendemos quase nada sobre nenhum deles.

Isso também faz parte do problema. A brevidade da série significa que o relacionamento se desenvolve em avanço rápido. Senti falta de como passamos de William alimentando Anna à força com uma azeitona para ela ligando para o telefone dele para marcar encontros ilícitos. Simplesmente parece acontecer, repetidamente, e não há tempo ou esforço gasto em explorar isso com qualquer coisa que se pareça com nuances ou credibilidade.

- Publicidade -

Vale a pena assistir?

Desejo Obsessivo na Netflix
Imagem: Divulgação/Netflix

Em Desejo Obsessivo, William passa tanto tempo abrindo caminho para a calamidade pessoal que nunca demora o suficiente para que suas atividades extraconjugais pesem em sua vida pessoal. Armitage faz um trabalho meio decente ao tentar expressar um conflito interno, mas apenas se manifesta nele parecendo abatido e tentando penetrar agressivamente na roupa de cama do hotel.

Como Armitage e Murphy são atraentes, haverá uma gama de fãs que ficarão bastante satisfeitos em ver o casal se esfregando por quase quatro horas. Mas quem procura um drama sério com algo significativo a dizer ficará horrorizado com a qualidade dessa quase histérica da série.

Dependendo do que você procura, não é possível encontrar em Desejo Obsessivo, a não ser que realmente queira passar o tempo. 

Certamente, você também vai gostar:

> A Roda do Tempo precisa de mudanças em nova temporada

Aliás, não deixe de acompanhar o Streamings Brasil, para não perder nada da série.