Ahsoka: O que são os Bokken Jedi e como isso pode ditar o futuro de Star Wars

O que são os Bokken Jedi que apareceram em Star Wars e agora em Ahsoka?

- Publicidade -

Em um diálogo à primeira vista despretensioso, Baylan Skoll e sua aprendiz, Shin Hati, estão conversando sobre Ezra Bridger no sexto episódio de Ahsoka, quando a jovem faz um questionamento ao seu mestre. Shin pergunta se ele chegou a conhecer os Jedi nos tempos áureos.

- Publicidade -

Eventualmente Skoll revela que Ezra não era do seu tempo, pois era um Bokken Jedi. Isto é, um guerreiro treinado fora das regras da Velha Ordem.

A princípio, o termo “Bokken” nunca tinha sido empregado para descrever os antigos Jedis que usavam a Força desde Star Wars: Episódio III – A Vingança dos Sith. Agora eles não apenas têm sua própria alcunha, mas sua descrição revela como a saga de Star Wars pretende evoluir com esses personagens, começando pela série Ahsoka.

Ahsoka traz debate sobre o fim dos (antigos) Jedi

- Publicidade -

Do Episódio I: A Ameaça Fantasma, lançado em 1999, ao Episódio III: A Vingança dos Sith, acompanhamos a ascensão e queda de Anakin Skywalker. Ao passo que conhecemos sua jornada culminando no icônico vilão Darth Vader, e a ordem que ele fazia parte, dos Jedi, antes de se corromper de forma irreversível.

Esses cavaleiros da Força faziam parte da elite da galáxia até caírem em desgraça. Com regras bastante rígidas, a Ordem Jedi adotava crianças e começavam seus respectivos treinamentos desde a mais tenra idade.

- Publicidade -

Publicidade

Entre os 9 e 10 anos de idade, Anakin entra para a Ordem – mas quase é recusado por ser “velho demais”, sendo aceito apenas devido à uma profecia que avisava sobre a chegada do Escolhido. Isto é, aquele que traria equilíbrio para a Força.

Na adolescência, em meio à puberdade, esses jovens estudantes se tornavam aprendizes, ou Padawans, de um mestre Jedi (Ahsoka era a Padawan de Skywalker). Eventualmente complementando seus treinamentos até se tornarem um Cavaleiro Jedi.

Anakin é facilmente seduzido pelo lado sombrio da Força – ao contrário de Ahsoka

- Publicidade -

Ademais, os cavaleiros mantinham regras sobre como os Jedi deveriam se portar, a começar por evitar contato com suas famílias. E sendo proibidos de manter relacionamentos, valorizando a própria solidão,, tal qual verdadeiros monges espaciais. Em princípio, Anakin Skywalker acaba sendo facilmente seduzido pelo lado sombrio da Força, provando que o excesso de rigidez da Ordem não serve de muito se o coração de seu cavaleiro é frágil diante de grandes desafios.

Décadas mais tarde, o filho de Anakin, Luke Skywalker, tenta recriar a Ordem Jedi em toda a sua glória, mas falha catastroficamente como vemos em “Os Últimos Jedi”. É aqui que Luke compreende que precisa deixar o passado para trás e criar uma nova doutrina.

Em suma, ele passa a acreditar que os Jedi precisam acabar para algo novo – e superior – nascer. Embora essa mudança de paradigma tenha feito muitos fãs virarem a cara, tal ideia de mudar a estrutura e a filosofia Jedi em relação à mitologia anterior vem sendo trabalhada há muitos anos. E ganhando forma tal como nunca se viu na série Ahsoka. É bem possível que os Bokken Jedi sejam o futuro de Star Wars.

- Publicidade -

Bokken Jedi são o futuro da saga Star Wars

No universo expandido de Star Wars, uma nova categoria de Jedi está emergindo, e ela poderia representar o futuro da saga. Enquanto a antiga Ordem Jedi tinha regras rígidas e um conjunto específico de preceitos, os Bokken Jedi estão desafiando essas normas estabelecidas, provando que a Força pode ser seguida de maneiras diferentes e igualmente eficazes.

Desde o Episódio III, vimos uma série de Jedi que não foram treinados da maneira tradicional da Ordem Jedi. Kanan Jarrus, por exemplo, começou o treinamento de Ezra mesmo sem ser um cavaleiro Jedi formado. Sabine Wren foi treinada por Ahsoka Tano, já adulta e com uma sensibilidade à Força limitada.

- Publicidade -

Luke Skywalker iniciou seu treinamento relativamente tarde e em condições adversas. Mesmo o lendário Mestre Yoda desviou-se das regras quando treinou Luke Skywalker.

“Star Wars: Os Últimos Jedi” trouxe essa ideia à tona de forma ainda mais evidente. Rey, a protagonista, nunca teve um treinamento formal Jedi, mas foi capaz de seguir o caminho da Força por conta própria. Isso levanta a questão: o que define um verdadeiro Jedi? A saga nos mostrou que seguir os preceitos tradicionais da Ordem Jedi não é a única maneira de se tornar um herói galáctico.

O que são os Bokken Jedi de Star Wars em Ahsoka
Imagem: Divulgação / Disney+

A chegada de Rey à franquia

Enquanto isso, o Imperador Palpatine conseguiu seduzir muitos Jedi tradicionalmente treinados, que não perceberam sua ascensão para o Lado Sombrio. “Star Wars: Os Últimos Jedi” desafiou a mística em torno da figura do Jedi e sugeriu que a saga precisa se libertar do passado para prosperar.

A introdução dos Bokken Jedi em Ahsoka, aqueles que foram treinados de maneira não convencional, pode ser indicativa do futuro de Star Wars. Eles representam a oportunidade de questionar dogmas estabelecidos e permitir que a saga evolua.

É importante notar que parte da rejeição por parte dos fãs a “Star Wars: Os Últimos Jedi” estava relacionada à desconstrução do conceito tradicional de Jedi. No entanto, os Bokken Jedi podem oferecer uma saída para deixar essa polêmica para trás e levar a franquia adiante.

O próximo filme de Star Wars, estrelado por Rey, ocorrerá 15 anos após os eventos de “A Ascensão Skywalker”. Com a personagem agora mais madura e sem as restrições da Ordem Jedi e suas tradições, a Lucasfilm tem a oportunidade de explorar uma nova relação com a Força, potencialmente transformando os Bokken em os novos heróis da galáxia.

Assim, uma ideia aparentemente despretensiosa introduzida por Ahsoka pode ter um impacto significativo no futuro da franquia. No entanto, isso dependerá da qualidade dos roteiros e da disposição tanto da Lucasfilm quanto dos fãs de abraçar essa nova abordagem da série.

Certamente, você também vai gostar:

Behind Your Touch 2 ª Temporada: Tudo o que sabemos